Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é o melhor candidato presidencial?
Ana Gomes
André Ventura
João Ferreira
Marcelo Rebelo de Sousa
Marisa Matias
Tiago Mayan Gonçalves
Edição Nº 236 Director: Mário Lopes Terça, 29 de Setembro de 2020
Orientados para as escolas e IPSS do Concelho
Município da Batalha garante mil testes rápidos
em acordo com a Cruz Vermelha Portuguesa
   
     Testes rápidos à COVID-19 usam o método de deteção
                                             de antigénio
  A Autarquia da Batalha, em complemento à capacidade de testagem que possui por método molecular de RT-PCR e testes serológicos, acordou com a Cruz Vermelha Portuguesa a realização mil testes rápidos à COVID-19, pelo método de deteção de antigénio e orientados para as escolas e IPSS do Concelho.

  Para o autarca da Batalha, Paulo Batista Santos, “estes testes são cruciais nesta fase da pandemia, uma vez que permitem uma resposta rápida em surtos epidémicos em creches, escolas e lares através de rastreio e identificação precoce de possíveis casos positivos, por forma a tomar decisões rápidas de triagem para a segregação de clusters”.

  Recorde-se que a Organização Mundial de Saúde (OMS), anunciou esta segunda-feira que considera essencial a disseminação de testes rápidos de Covid-19, com resultados em 15 a 30 minutos, bem assim o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), que está a avaliar a nova geração de testes rápidos de despiste de covid-19, considera que os testes rápidos apresentam “vantagens”, já que têm uma “baixa complexidade de execução” e permitem “fazer o diagnóstico perto do doente, do caso suspeito”, e obter “um resultado de forma rápida”.

  A Cruz Vermelha Portuguesa é uma instituição de referência nacional, com um vasto trabalho no apoio à pandemia, dispondo de médicos, enfermeiros e profissionais de saúde com experiência vasta nesta área, “constituindo-se um parceiro essencial em ações colaborativas para a manutenção da saúde e bem-estar dentro da comunidade”, acrescenta o autarca.

   O Governo, através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 81/2020, publicada na edição de hoje do Diário da República, decidiu prorrogar até ao dia 14 de outubro a declaração da situação de contingência, no âmbito da pandemia da doença COVID-19, reconhecendo assim que, no momento presente, a situação epidemiológica que se verifica em Portugal justifica a manutenção da vigência das mesmas regras e medidas de combate à pandemia da doença COVID-19, pois a proteção da saúde pública e a salvaguarda da saúde e segurança da população, de forma a mitigar o contágio e a propagação do vírus SARS-CoV-2 e da doença COVID-19, continuam a ser fundamentais
 
   Fonte: MB
29-09-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Dia Mundial do Coração
Dr. Luís Negrão
Como se preparar para as pandemias pós-pandemia: riscos para a saúde da visão
Dr. Raúl de Sousa
Hepatites crónicas e a importância do diagnóstico precoce
DR. Arsénio Santos
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o