Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Os espectadores de futebol devem poder regressar aos estádios?
Sim, com restrições
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 117 Director: Mário Lopes Terça, 13 de Julho de 2010
Após relatório da GNR
Reitoria do Santuário de Fátima desmente acusações de maus tratos e abate ilegal de cães
   A Reitoria do Santuário de Fátima tem vindo a receber, desde o dia 11 de Maio deste ano, muitas mensagens por correio electrónico, e muitos telefonemas, com acusações de prática de maus tratos e abate ilegal de cães, praticados por funcionários do mesmo Santuário de Fátima e em obediência a ordens dadas por aquela Reitoria. Pela leitura das mensagens e pelo teor dos telefonemas recebidos, depreende-se que as acusações têm origem em textos e fotografias profusamente divulgados na Internet.

   A Reitoria do Santuário de Fátima teve também conhecimento de que o Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento da GNR de Tomar recebeu uma “Denúncia SOS Ambiente nº 1505/10, em 12 de Maio de 2010, a informar que os cães recolhidos no Santuário de Fátima eram abatidos ilegalmente e maltratados”, em sequência da qual foi desenvolvido um processo de investigação.

   Desde os primeiros instantes em que aquelas acusações foram conhecidas, os responsáveis da Reitoria do Santuário têm-se interrogado sobre a conveniência de se fazer um comunicado de esclarecimento, tendo decidido aguardar pelo resultado daquele processo de investigação.

   Com data de 7 de Julho de 2010, a Reitoria do Santuário de Fátima recebeu um documento da Guarda Nacional Republicana – Comando Territorial de Santarém – Destacamento Territorial de Tomar, com o relatório relativo a “Queixas sobre maus tratos e abate ilegal de cães, na Freguesia de Fátima, Concelho de Ourém”, o qual, “em conclusão”, refere que “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

   Perante isto, a Reitoria do Santuário de Fátima comunica que, devido a frequentes queixas sobre a presença de cães abandonados dentro da sua área, o Santuário de Fátima tem procedido à sua recolha, sendo eles posteriormente entregues no canil municipal de Ourém. Porém, não dá ordens que contemplem maus tratos ou abate dos animais, nem tem conhecimento de que haja ocorrências dessa natureza. As orientações dadas são no sentido de que tudo se faça em total sintonia com a legalidade e as instituições competentes nesta matéria.

   Por isso, a Reitoria do Santuário de Fátima rejeita aquelas acusações e esclarece que as imagens publicadas que possam indiciar maus tratos ou abate de cães não são reconhecidas como tendo sido fotografadas no Santuário de Fátima.
13-07-2010
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Arrimal Artes Campus
José Marques Serralheiro
Ficha Limpa, ou a Vertigem da Pureza
Valdemar Rodrigues
O (en)canto de Eduarda Soeiro
Carlos Oliveira
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o