Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o nível da pandemia em Portugal?
Normal que haja surtos pontuais
Anormal e a culpa é do Governo
Anormal e a culpa é do comportamento das pessoas
Não sei
Edição Nº 233 Director: Mário Lopes Sábado, 20 de Junho de 2020
GAMELabsNet conta com seis laboratórios para apoiar a transformação digital das empresas
Politécnico de Leiria integra projeto europeu com laboratório de tecnologia industrial
   
                               Instituto Politécnico de Leiria
O Politécnico de Leiria acaba de integrar o projeto internacional GAMELabsNet enquanto promotor da iniciativa para a indústria, em Portugal, com a criação de um laboratório dedicado a apoiar a transformação digital de empresas dos setores dos moldes, agroindústria, healthcare e turismo, que pretendam recorrer à transformação criativa digital. Além do laboratório criado pelo Politécnico de Leiria para a oferta de soluções no âmbito da tecnologia industrial, o GAMELabsNet, que envolve parceiros de Portugal, Espanha e França, conta ainda com mais seis laboratórios vocacionados para prestar apoio no âmbito das áreas logística, aerospacial, saúde, comércio e turismo, que estarão ligados em rede para permitir o acesso em tempo real a soluções, casos e experiências, independentemente da localização das empresas.

  O lançamento do laboratório dedicado à tecnologia industrial, que estará localizado na Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico de Leiria, é da responsabilidade do Centro de Investigação em Informática e Comunicações (CIIC), e, à semelhança dos restantes laboratórios que integram o projeto, oferecerá serviços de formação, consultoria individual, simulações, eventos e conferências, entre outras atividades. No âmbito do GAMELabsNET será ainda produzido um catálogo online das empresas envolvidas, tecnologias e boas práticas aplicáveis às organizações.

   «A virtualização e monitorização de uma instalação industrial, ou o desenvolvimento de aplicações de simulação de cenários, assim como a criação de Jogos Sérios e plataformas ludificadas aplicáveis à formação de recursos humanos ou ao apoio à comercialização de produtos e serviços, são algumas das potencialidades da realidade aumentada e da realidade virtual, normalmente associadas ao jogos de diversão, que podem ser transportadas para a economia», destaca Eduarda Abrantes, (professora na Licenciatura em Games and Multimedia da ESTG, responsável pela comunicação do GAMELabsNet PT). «Neste espaço poderão ser encontradas soluções inovadoras no âmbito da formação, e as empresas do setor que queiram beneficiar destes recursos tecnológicos terão a oportunidade de formar os seus colaboradores através de ferramentas de ludificação», refere.

   O GAMELabsNet assume assim o desafio de impulsionar a transformação digital de setores estratégicos da economia através tecnologias imersivas como a realidade aumentada, realidade virtual e realidade mista. O projeto pretende desenhar e implementar um modelo de Centros de Exposição de tecnologias de inteligência visual e de ludificação, abertos a uma rede de utilizadores, para prestar apoio à experimentação em casos reais e promover o uso destas tecnologias, mas também a formação de profissionais. O objetivo passa por criar um ecossistema de inovação, que contribua para a consolidação de startups e PME criando uma cadeia de valor baseada na cooperação com outras empresas para o desenvolvimento de uma oferta forte para toda a Europa.

   «O grau de transformação digital na maioria dos setores económicos da Europa do Sul mantém-se subdesenvolvido, o que afeta particularmente as pequenas e médias empresas que demonstram uma falta de conhecimento das soluções existentes e do impacto que estas soluções podem ter. Estas empresas não têm conhecimento da dimensão do investimento que isso pode representar para si», explica Glória Diaz, diretora da Confederação Espanhola das Empresas de Informação, Comunicação e Tecnologias Eletrónicas (CONETIC), e porta-voz do projeto. «Estima-se que existem aproximadamente 500 empresas desta natureza entre Espanha, França e Portugal, que enfrentam grandes dificuldades para se tornarem visíveis no mercado», alerta a porta-voz. «Através da rede GAMELabsNET, o nosso objetivo é torná-las visíveis, ao disponibilizar um espaço onde as suas soluções possam ser testadas e experimentadas, e onde possam ser estudados casos-modelo nos quais estas tecnologias foram aplicadas em diversos setores. Desta forma, será possível democratizar estas tecnologias, tornando-as acessíveis a todas as empresas, e isso permitirá que possamos contribuir para a criação de uma indústria inteligente, inovadora e sustentável», considera.

    O projeto GAMELabsNET é financiado pelo programa Interreg Sudoe e resulta de uma parceria entre a Associação das Indústrias de Conhecimento e Tecnologia Aplicada do País Basco (GAIA), o Centro Espanhol de Logística (CEL) – Espanha, o Politécnico de Leiria – Portugal, a Câmara de Comércio e Indústria Pau Béarn, o Instituto Nacional Universitário Jean-François Champollion, e a Escola Superior de Tecnologias Industriais Avançadas (ESTIA) – França. O GAMELabsNET integra ainda nove entidades colaboradoras, entre as quais se destacam o Politécnico de Leiria, o Centro para o Desenvolvimento Tecnológico Industrial (CDTI), a Federação Espanhola das Indústrias Alimentares e de Bebidas (FIAB), a Associação Espanhola de Fornecedores da Indústria Automóvel (SERNAUTO), a Associação de Fabricantes de Máquinas (AFM), e a Associação de Empresas Bascas no Setor dos Videojogos (Basquegame).

    Fonte: Midlandcom
20-06-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Relatório de Gestão e Documentos de Prestação de Contas de Alcobaça
César Santos
A PPP Terra de Paixão
Eduardo Nogueira
Desafios dos Oceanos
Luís Guerra Rosa
Dever de informar
Carlos Bonifácio
Carta Aberta do presidente da Câmara Municipal da Azambuja
Luís de Sousa
Mensagem por ocasião da retoma das celebrações comunitárias da Santa Missa
Cardeal António Marto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o