Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a exploração de lítio em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 227 Director: Mário Lopes Segunda, 2 de Dezembro de 2019
Secretário de Estado da Saúde apadrinhou o protocolo
Grupo Lusiaves doa 150 mil € para ampliar Serviço de Pneumologia do Hospital de Leiria
   
                         Avelino Gaspar
«O Centro Hospitalar de Leiria [CHL] está mais capacitado, com mais e melhores condições, para servir os seus utentes. Ganhamos todos, ganha Portugal, e por isso vim aqui apadrinhar este protocolo», salientou o secretário de Estado da Saúde, António Sales, na cerimónia de assinatura do acordo de cooperação com o Grupo Lusiaves, que colabora com um donativo de 150 mil euros para a execução do projeto de ampliação do Serviço de Pneumologia do CHL. O evento decorreu este sábado, dia 30 de novembro, no Hospital de Santo André (HSA), em Leiria.

   O Serviço de Pneumologia do CHL, inaugurado em junho de 2016, nasceu de um investimento que rondou os 850 mil euros, mas «rapidamente se concluiu que não era suficiente com crescimentos no internamento de 60%, nas técnicas 80%, na consulta externa de 300%, no Hospital de Dia com o número de sessões a multiplicar por 10… tudo em apenas três anos», admitiu Licínio de Carvalho, presidente do Conselho de Administração do CHL. «Era necessário crescer, dar espaço e condições aos nossos colaboradores e ao novo perfil do Serviço de Pneumologia. Era, é, urgente investir. Em quatro anos passámos de um pneumologista para sete, de um imunoalergologista para dois, e três internos de formação especializada.»

   O investimento em curso no Serviço de Pneumologia do CHL é de 230 mil euros entre expansão das instalações, cuja empreitada já foi adjudicada este mês, no valor de 198 mil euros, sendo o restante montante aplicado em equipamento e mobiliário. No Serviço cresce o número de gabinetes de dois para seis, os postos de Hospital de Dia de oito para 16, e os lugares da sala de espera aumentam de 16 para 40. O início da obra está previsto a curto prazo e terá a duração de cerca de seis meses.

    «Esta oferta representa a concretização inequívoca da ligação entre a sociedade civil e a comunidade hospitalar. Tudo faremos para que o retorno deste investimento seja evidente, a isso nos obriga a nossa responsabilidade, e temos um olhar atento do senhor comendador Avelino Gaspar, que verá sempre também como seu este Serviço de Pneumologia», rematou Licínio de Carvalho.

  
                        Representantes das entidades envolvidas
O presidente do Conselho de Administração do Grupo Lusiaves, comendador Avelino Gaspar, explicou que, «sendo atualmente o Grupo Lusiaves uma das maiores organizações do distrito e com uma ligação tão forte ao mesmo, sentimos que não podíamos ficar indiferentes a esta necessidade. Por isso, decidimos, desde o primeiro minuto, apoiar esta causa em prol da saúde da nossa região». «O apoio que hoje aqui entregamos é muito importante para o nosso grupo. Ele espelha, não só o compromisso com esta região, mas acima de tudo demonstra que todas as entidades, públicas ou privadas, são relevantes, e que devem estar disponíveis para apoiar as reais necessidades do nosso País.»

   O comendador destacou ainda a importância da saúde e segurança dos recursos humanos no grupo empresarial, através da formação aos colaboradores, a existência de vários protocolos na área da saúde e bem-estar, a disponibilização de apoio médico, a realização de rastreios internos e outras ações de medicina preventiva.
A encerrar a cerimónia do protocolo, António Sales frisou o «enorme gesto de grandeza de atividade cívica do Grupo Lusiaves na sociedade. Nunca se esqueceu da sua responsabilidade social».

   O secretário de Estado da Saúde referiu ainda as prioridades que englobam o programa do Governo, para «um Serviço Nacional de Saúde mais justo e equitativo». O governante enalteceu que a Saúde é a área que os portugueses mais valorizam, e que em Leiria há muitos factos a registar. A valorização da qualidade de vida dos colaboradores do CHL, é um deles, com a construção futura de uma creche e jardim de infância no HSA, bem como a implementação da segunda edição do orçamento partilhado no CHL, para a implementação de um projeto eleito pelos colaboradores.
«A humanização dos serviços deve começar de dentro para fora. Estamos a trabalhar nas respostas e não temos de o fazer sozinhos. Estão todos convocados», terminou António Sales.

   Fonte: Midlandcom
02-12-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o