Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é responsável pelo conflito entre os motoristas e as empresas transportadoras?
Os motoristas
As empresas
O Governo
Outros
Não sei
Edição Nº 220 Director: Mário Lopes Quarta, 20 de Março de 2019
Helder Roque é "o melhor colocado para concretizar o sonho de um grande hospital modelo na zona Centro"
Distrital do PS pede ao Governo para manter Administração do Centro Hospitalar de Leiria

                Licínio Oliveira de Carvalho e Helder Roque
     A Comissão Politica Distrital (CPD) de Leiria do PS aprovou, no dia 18 de março, uma moção apresentada por José Pereira dos Santos sobre a situação no Centro Hospitalar de Leiria.

    A CPD socialista começa por recordar que ”de todas as conquistas de Abril, o Serviço Nacional de Saúde (SNS), é porventura aquele a que os portugueses em geral e os Socialistas em particular, têm mais apego”, mas alerta que “o SNS tem sido atacado de forma violenta por interesses muito poderosos que gostariam de acabar com ele ou reduzi-lo a um serviço mínimo e insignificante. Os atacantes são muito heterogéneos e vão desde a direita liberal, aos beneficiários dos grandes negócios da medicina privada, a que se juntam alguns interesses corporativos ecléticos e difusos.”

    A CPD presidida por José Gabriel Martins considera que “os ataques têm visado diretamente o SNS e indiretamente o governo do PS. Também o Centro Hospitalar de Leiria (CHL) e sobretudo o Hospital de Santo André têm sido alvo desses ataques. A comunicação social quer a local, quer a nacional, tem-se tornado no eco de posições assumidas, por diversos intervenientes, nomeadamente pela Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, que têm passado a imagem de um hospital à beira da rutura e em situação dramática.”

     A Comissão Politica Distrital de Leiria do PS não nega as graves dificuldades pontuais, na área da medicina interna e nas urgências, mas ressalva que “quer a direção do CHL, quer o seu presidente têm garantido que nas restantes valências, a situação do Hospital de Santo André é boa, o que é reconhecido pelos utentes e por entidades independentes quer nacionais, quer estrangeiras.”

    Os socialistas leirienses lembram que, entre muitas outras distinções, no tempo do anterior governo, o CHL foi recompensado com o Prémio Saúde Sustentável na categoria cuidados hospitalares. Em 2018 0 CHL recebeu o Prémio Inovação NOS pela sua ideia "revolucionária e criativa" nas soluções SWORD Health, plataforma de tele-reabilitação, na categoria Grandes Empresas e Instituições. Ainda em 2018, o CHL foi considerado o Hospital público com melhor desempenho entre o seu grupo, e o segundo melhor entre públicos e público-privados, numa avaliação da consultora multinacional IASIST.

   A Comissão Politica Distrital de Leiria do PS refere que “quando a atual direção tomou posse há 14 anos, o Hospital de Leiria era uma instituição arcaica com poucas valências e totalmente dependente dos hospitais de Coimbra para todos os casos mais complicados.
Depois, foi criado o Centro Hospitalar de Leiria, que é, hoje, um centro hospitalar de bom nível com dimensão regional, mas com ambição para muito mais, como as laboriosas populações que, por ele são servidas, merecem e exigem.”

   Para a Distrital de Leiria do PS, esta ambição legítima poderá estar na base de, não todos, mas de alguns ataques que tem sofrido. Por isso, entende que “não se aceita interromper o excelente trabalho que a atual direção e o seu presidente têm desenvolvido pois são os melhor colocados para concretizar o sonho de um grande hospital modelo na zona Centro, com um plano estratégico já em fase de implementação e que passa por formação de pessoal, nomeadamente médicos, pela aquisição de meios ainda mais modernos de diagnóstico e tratamento, em articulação com os Centros de Saúde e Unidades de Saúde Familiar.”

    Por isso, defende que Helder Roque e a sua equipa devem “continuar a cultura da gestão e planeamento com rigor, segurança e confiança. Para tal, “é preciso dotar o CHL com meios financeiros e de pessoal, tarefa que cabe por inteiro ao Ministério da Saúde” e, por isso, manifestam o seu apoio e confiança na direção e no seu presidente, defendendo que essa tarefa cabe não só ao Ministério, mas também à populações e às forças vivas entre as quais os atores políticos locais e regionais.

   A Comissão Política Distrital do PS quer, como sempre, colocar-se ao lado daqueles que melhor servem os interesses das populações e, por isso, apela ao Governo que dote o CHL dos meios financeiros e humanos que lhe permitam ultrapassar as dificuldades atuais e melhorar o bom desempenho que tem tido em prol das populações da sua área de atuação e continuar a desenvolver-se de forma a, num futuro não muito longínquo, ser autossuficiente em todas as valências hospitalares.

    Além disso, apela a que, no seguimento da aprovação da premissa anterior, negoceie com a atual administração e com o seu presidente a sua manutenção à frente do Centro Hospitalar de Leiria.
20-03-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Festivais de Verão 2019 – Centro e Sul de Portugal
Liberdade para manifestar opinião
César Santos
A importância do Exame Médico Desportivo
Dr. Manuel Portela
Parque de auto caravanismo e passadiços de S. Martinho do Porto
Carlos Bonifácio
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o