Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 234 Director: Mário Lopes Sexta, 24 de Julho de 2020
Em articulação com o Município de Leiria e Águas do Centro Litoral
Politécnico de Leiria vai realizar estudo
para requalificação da ETAR das Olhalvas
  
                   ETAR de Olhalvas (Foto: Águas do Centro Litoral)
O Município de Leiria assinou esta quarta-feira, dia 22 de julho, um protocolo com o Politécnico de Leiria (IPL) e a Águas do Centro Litoral (AdCL) que prevê a realização do “Estudo para a Requalificação Tecnológica da ETAR das Olhalvas”, durante os próximos quatro meses.

   Para Gonçalo Lopes, presidente da Câmara Municipal, este é “um momento simbólico, mas importante, que resulta da vontade comum” de três entidades, uma parceria que irá trabalhar na “melhoria do desempenho ambiental [da ETAR]” e “na preparação para os desafios ambientais do futuro”.

  “A ETAR cumpre os requisitos legais, mas queremos ser mais exigentes”, acrescentou o autarca, que destacou ainda a importância da sensibilização da opinião pública e de “olhar para os investimentos que são necessários fazer”.

  Segundo o presidente do Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, “ a água é um dos desafios do futuro”, por isso esta é também uma “oportunidade para o IPL, que permitirá colocar conhecimento multidisciplinar ao serviço da comunidade e de projetos de parceria”.

   Alexandre Tavares, presidente do Conselho de Administração da AdCL, destacou a dimensão estratégica da parceria, em concreto “olhar para as Olhalvas de forma positiva, antecipando os desafios do futuro”, e manifestou a necessidade de conhecer “quais são os anseios, as expectativas da população na relação com a água”.

  A cargo do IPL, o estudo, segundo o protocolo, “destina-se a investigar, identificar e definir as melhores soluções de requalificação/modernização da ETAR das Olhalvas”, pretendendo mitigar “as possibilidades de reutilização de parte do efluente numa perspetiva de uso racional da água, evitando assim o uso de água tratada para fins que não o exigem”.

   Tem ainda como objetivo avaliar e apresentar soluções ao impacto que a ETAR tem na malha urbana e na bacia hidrográfica em que se insere, explicando ao mesmo tempo à população o seu papel e importância na qualidade de vida dos cidadãos.
 
   Fonte: GRPG|CML
24-07-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O CEPAE e o Museu Nacional da Floresta
Adélio Amaro
Estatuária, Memória e Democracia
Leonor Carvalho
As grandes epidemias da História
Joaquim Vitorino
Dever de informar
Carlos Bonifácio
A Pandemia… dos ignorados
Dr. Joaquim Brites
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o