Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem vai vencer as eleições presidenciais no Brasil?
Jair Bolsonaro
Fernando Haddad
Edição Nº 213 Director: Mário Lopes Quinta, 4 de Outubro de 2018
Clube organizou jantar comemorativo em Alcobaça
Cister SA celebra 30º aniversário perspetivando crescimento e melhoria de condições do clube
  
                 Homenagem aos fundadores do Cister SA
O Cister Sport de Alcobaça organizou no dia 29 de Setembro, um jantar comemorativo do 30.º aniversário do clube, onde foram homenageados os seus fundadores, bem como técnicos e dirigentes que acompanharam o emblema ao longo dos anos. Após o jantar onde marcaram presença mais de 250 pessoas, António Lorvão, presidente da direcção, salientou ao Tinta Fresca, que este “é um dia em que celebramos a fundação, afirmando o nosso presente e perspectivando o nosso futuro”.

   Foram homenageados os fundadores Leonídio Ferreira, Antero Cerol e Eduardo Vieira Coelho (já falecido e representado pela filha), tendo sido entregue a distinção de sócios fundadores, enquanto as treinadoras Sandra Machado, Cláudia Lucas (Caji) e Isabel Carolino e o dirigente Pedro Santos foram condecorados com o título de sócios honorários, pelos anos dedicados ao clube.

   Foram também homenageados o Município de Alcobaça, a União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria, o Ginásio Clube de Alcobaça e a Associação Alcobacense de Cultura e Desporto, pelo “apoio prestado ao clube ao longo dos anos” bem como o principal patrocinador do clube, Recauchutagem 31.

   Segundo António Lorvão, este “é um dia em que celebramos a fundação, afirmando o nosso presente e perspectivando o nosso futuro. Hoje quisemos dar uma especial atenção e um agradecimento muito reconhecido a quem esteve cá durante os últimos 30 anos. É um dia de muito orgulho para todos e é um dia que reflete aquilo que nós somos neste clube, uma verdadeira família, onde há uma união muito grande. Fazemos isto em prol dos nossos atletas e a bem da comunidade”, salientou.

   O presidente da direcção do Cister SA lembrou os problemas com a estrutura do pavilhão da Escola Básica D. Pedro I, local onde são efectuados a maior parte das atividades do clube, fazendo votos de que “as nossas entidades públicas olhem para a casa do Cister com um bocadinho mais de cuidado” e que “nós possamos ter um pouco mais de espaço para crescermos como clube e como modalidade”.

   Segundo António Lorvão, o principal objectivo da direção é “termos condições para sustentar o projeto a longo prazo. Nós não fazemos coisas grandes a curto prazo, para depois cair, queremos sustentá-las a longo prazo e, portanto, vamos crescendo passo a passo”.

   O ex-andebolista realçou ainda o número de atletas do clube, 170, salientando que “houve um crescimento extraordinário nos últimos 4 a 5 anos que nos coloca muitos desafios, como falta de treinadores e transportes”, pelo que “precisamos de pessoas para levar a bom porto este desafio”.

   Mónica Alexandre
04-10-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Feira de Santa Iria: que futuro?
Tiago Carrão
Estado da limpeza dos contentores e do Mercado Semanal de Alcobaça
Carlos Bonifácio
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o