Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O coronavírus COVID-19 vai tornar-se um problema grave em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 225 Director: Mário Lopes Quinta, 3 de Outubro de 2019
No âmbito do Museu Mineiro a instalar na fábrica de briquetes da Mina do Espadanal
Comissão Nacional da Unesco aprova constituição de um Clube Unesco em Rio Maior
   
                           Sessão da EICEL em Rio Maior
A sala da Biblioteca Dr. Alexandre Laureano Santos, em Rio Maior, esteve concorrida no dia 28 de setembro, para ouvir falar de património mineiro. A iniciativa da EICEL1920, inserida nas Jornadas Europeias do Património, assinalou os 50 anos do encerramento da Mina do Espadanal.

   Sob o tema “Memórias e Musealização de Espaços Mineiros”, o Professor Doutor José Manuel Brandão, especialista nas áreas do património minero-industrial, da história das geociências e da mineração em Portugal e das coleções e museus de Geologia, abriu a iniciativa com uma conferência que se iniciou com a história da exploração do carvão em Portugal, na qual explicou de seguida os destinos dessa atividade, analisou o processo de desindustrialização do país e terminou com uma reflexão sobre a importância do atual projeto de reabilitação do complexo mineiro do Espadanal. Sobre este, confessou ter bastante “expectativa e esperança” na “nova roupagem” que ele está a ganhar, dando um novo alento à efeméride dos 50 anos do encerramento da mina.

   Para José Manuel Brandão, isto prova que o “abandono e perda da memória material e coletiva” que veio na sequência do fim do ciclo de vida da mina, “também pode ser transformado em qualquer coisa de bom”. Um Museu Mineiro será assim um “instrumento para perpetuar essa memória” e “um espaço que combine de forma lúdica e pedagógica um espírito de lugar e um veículo de desenvolvimento da comunidade riomaiorense”.

  Para além da conferência, a EICEL trouxe boas notícias para revelar à assistência. Manuela Fialho, presidente da Mesa da Assembleia Geral da EICEL1920, anunciou a aprovação, pela Comissão Nacional da UNESCO, da constituição de um Clube UNESCO em Rio Maior, no âmbito do Museu Mineiro a instalar na fábrica de briquetes da Mina do Espadanal, considerando-o “um passo de gigante” no reconhecimento do trabalho da associação, que traz projeção e possibilidades de parcerias.

   Os Clubes UNESCO significam um reconhecimento das entidades aderentes enquanto representantes locais do maior organismo mundial dedicado à salvaguarda do Património Cultural. Por sua vez, as instituições que constituam um Clube UNESCO comprometem-se a aderir aos ideais de respeito pela Declaração Universal dos Direitos Humanos e de diálogo entre os povos, a contribuir para a formação cívica dos cidadãos e a funcionarem como uma escola de tolerância. Existem atualmente 62 Clubes UNESCO em Portugal.
O andamento das obras do Museu Mineiro foi referido pelo vice-presidente da Direção, António Moreira, assinalando as intervenções em curso na antiga secção de trituração da fábrica de briquetes da Mina do Espadanal.

   A tarde foi ainda preenchida pela assinatura de protocolos de doação de espólio para o Museu Mineiro e pela apresentação do número quatro da 11.ª série do centenário jornal O Riomaiorense,agora publicado online, anualmente. Contando com 21 peças diferentes, entre estudos históricos, propostas urbanísticas, biografias, opinião, textos de arquivo e fotografias, esta edição de O Riomaiorense é dedicada ao centro histórico de Rio Maior.
03-10-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
Os sete pecados mortais da “Geringonça”
Mário Lopes
OPINIÃO
Feira de São Bernardo, Casal Gregório e arranjos exteriores das antigas escolas primárias de Alcobaça
Carlos Bonifácio
10 cuidados a ter este verão para prevenir infeções nos pés
Dr. Francisco Freitas
Saiba como ganhar dinheiro nas Apostas Desportivas a longo prazo
Por PTAposta
Entenda porque a Bettilt é a melhor Casa de Apostas em Portugal
Por Bettilt
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o