Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é o melhor candidato presidencial?
Ana Gomes
André Ventura
João Ferreira
Marcelo Rebelo de Sousa
Marisa Matias
Tiago Mayan Gonçalves
Edição Nº 66 Director: Mário Lopes Quarta, 26 de Abril de 2006
Santarém
Festival do Rio presta homenagem à obra de Wolfang Amadeus Mozart

 Mozart

O Festival do Rio, o primeiro de cinco que irão decorrer este ano em Santarém, decorre de 27 de Abril a 1 de Maio, contando com a participação de 15 restaurantes do concelho. Integrado neste evento irá ainda decorrer, na Casa do Campino, a I Feira das Confrarias e Produtos Regionais. Paralelamente, 250 anos após o nascimento de Wolfang Amadeus Mozart, Santarém presta homenagem ao talento do menino prodígio. Por entre ruas, vielas e largos, a sonoridade de Mozart vai estar presente na capital do Ribatejo de 28 de Abril a 1 de Maio, transformada num ponto de encontro da música clássica.

Numa iniciativa da Câmara Municipal de Santarém, as notas clássicas de Mozart vão servir de entrada para o Festival do Rio. Uma ementa musical apelativa e uma partitura gastronómica muito variada, assente nos pratos ligados aos sabores do rio.
Para melhor enquadrar a música de Mozart, o evento "24 horas de Mozart" pretende fazer chegar, a cada vez mais pessoas, a música do mais famoso compositor austríaco da história.

Num ambiente de frenesim cultural, os concertos do pianista Constantin Sandu, a música de câmara , os concursos de piano, óperas acompanhadas de fogo de artifício, sinfonieta com o Maestro António Saiote e até um almoço com uma ementa baseada nos sabores do rio, ao som de cantores líricos, são algumas das propostas que orgulha o concelho e até o país, no ano do bicentenário do nascimento de Amadeus Mozart.

É já dia 28 de Abril, pelas 11 horas que o pianista Constantin Sandu inaugura o programa "24 horas Mozart" com o Concerto Pedagógico - "Amadeus Retrato de um Génio". Pelas 16 horas do mesmo dia, terá lugar um concurso de piano, no auditório do Teatro Sá da Bandeira com três níveis de participação (do Infantil, ao Juvenil A e B), que tem continuidade no dia 29. Este concurso, aberto a todas as escolas de música do distrito, tem como condição única, a obrigatoriedade de tocar Mozart.

Sexta-feira, à mesma hora, e sábado, dia 29, pelas 10 horas, em locais públicos, como o Pátio Tavares, o Largo dos Pasteleiros, o Largo Ramiro Nobre e o Largo Padre Chiquito, a Música de Câmara é a tónica dominante, por estes locais. No espaço do Teatro Municipal, pelas 21.45 horas, o pianista Constantin Sandu apresenta, novamente, peças que Mozart compôs.

Ao ar livre, no Largo do Seminário, a partir das 21h45, o Maestro António Saiote dirige uma obra carismática do compositor. A orquestra, composta pelos seus alunos, interpreta um largo repertório. O maestro, pelo serão de sábado, vai espalhar notas auditivas clássicas. A coroar a noite, pelas 24 horas, surge no céus uma sessão de fogo de artifício, acompanhada por extractos das óperas mais famosas do génio de Salzburgo.

Domingo, dia 30, pelas 21h45 é a vez do Concerto dos Consagrados. Os três primeiros prémios dos 3 níveis de participação vão apresentar as suas interpretações.
Ainda integrada nas "24 de Horas de Mozart", a iniciativa intitulada "Almoce com Mozart", terá lugar dia 1 de Maio, às 13 horas, no restaurante Aromatejo. Uma oportunidade para provar um belo repasto ao som de um dos maiores compositores de sempre. Como entrada, uns peixinhos da horta, o prato de peixe, uma bela açorda de sável e o prato de carne, vitela avinhada. A acompanhar a refeição, vinho branco e tinto do Ribatejo - Quinta da Ribeirinha. Para sobremesa, arroz doce ou fruta. Por um preço de 17.50 pode degustar este "pitéu". As inscrições encontram-se abertas no Posto de Turismo e no Teatro Sá da Bandeira.

Festival do Rio: Sabores e Saberes do Ribatejo

Com o objectivo de projectar a capitalidade gastronómica de Santarém no panorama nacional e reforçar uma imagem turística de qualidade, a Câmara Municipal de Santarém pretende apostar numa nova estratégia gastronómica para garantir mais-valias no acolhimento aos turistas e na eficácia económico regional.

O novo modelo, enquadrado na marca "Sabores e saberes do Ribatejo" contempla cinco momentos gastronómicos durante o ano, com base na produção local: Festival do Magusto, Festival do Rio, Festival do Touro e da Charneca, Festival do Tomate, Azeite e Alho e O Festival das Novas Tendências Gastronómicas.

Símbolo da paciência e do sacrifício, os pratos ligados ao rio integram um papel importante na gastronomia do município. O Festival do Rio, o primeiro que irá decorrer este ano, de 27 de Abril a 1 de Maio, conta com a participação de 15 restaurantes do concelho. Integrado neste evento irá ainda decorrer, na Casa do Campino, a I Feira das Confrarias e Produtos Regionais.

Pela "mão apurada" dos cozinheiros e envoltos em odores apetitosos, temperados com a qualidade e excelência dos sabores do rio, as enguias fritas, a açorda de sável, o arroz de lampreia, a sopa de peixe ou o ensopado de fataça são algumas das iguarias que os visitantes poderão provar durante os cinco dias do festival.


        Fonte: Departamento de Assuntos Culturais e Sociais da Câmara Municipal de Santarém

26-04-2006
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
Diário de bordo da estrada
OPINIÃO
Água: o novo Ouro Branco
Destinos de prazer!
A quem interessa o mau funcionamento das forças policiais em Portugal?
Mulheres a menos
Quotas? Não, obrigada. Mas...
Encerramento de escolas do 1º ciclo: uma questão não-pedagógica
O Oeste é plano
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o