Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a legalização da eutanásia?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 225 Director: Mário Lopes Segunda, 23 de Setembro de 2019
Comício de Leiria contou com cerca de três centenas de militantes do distrito
António Costa promete mais Linha do Oeste, Base Aérea de Monte Real e mais imigrantes
    
              António Costa em Leiria
Cerca de 300 militante de todo o distrito participaram no comício do PS no Mercado Sant’Ana, em Leiria, no dia 19 de setembro, com a presença do secretário-geral do PS e dos candidatos socialistas às eleições de 6 de outubro. António Costa deixou uma longa lista de promessas, nomeadamente, a eletrificação de toda a Linha do Oeste até à Figueira da Foz, a continuação do processo tendente à abertura da Base aérea de Monte Real ao tráfego civil, médicos de família para todos, apoios à natalidade e a agilização da entrada de imigrantes em Portugal, para satisfazer a procura de mão de obra por parte das empresas.

    O secretário-geral do PS e primeiro-ministro reivindicou a criação de 350 mil novos postos de trabalho por parte do seu Governo, dos quais 92% foram contratos sem termo. António Costa justificou o aumento do salário mínimo como forma de combater a pobreza, contradizendo os que há quatro anos diziam que "com aumentos de salário a economia não ia crescer e os investidores iriam fugir", contrapondoque apesar do salário mínimo ter aumentado 20% “nenhum investidor fugiu e o emprego foi aumentando todos os anos.”
  
   Reivindicando para o PS o objetivo de mais igualdade em Portugal, António Costa assegura que houve 180 mil famílias que venceram a situação de pobreza e 280 mil saíram da situação de privação material severa e que o insucesso escolar e o abandono escolar precoce diminuíram significativamente. Por outro lado, “desde 2017 que os saldos migratórios são positivos e há menos portugueses a partirem e mais portugueses a regressarem, mais estrangeiros a quererem vir trabalhar para Portugal e Portugal voltou a ser um país atrativo para quem quer viver em segurança e com oportunidades.”

 
                       António Costa com Raul Castro 
Sem nunca se referir aos seus parceiros de coligação – BE, PCP e PEV – António Costa reivindicou para o PS os louros da governação. “Diminuímos as desigualdades e conseguimos responder àqueles que receavam pelas nossas contas públicas. O défice e a dívida não aumentaram, temos hoje o défice mais baixo da nossa democracia, saímos do procedimento por défice excessivo, recuperámos a credibilidade internacional e temos os juros da dívida pública ao nível mais baixo da história do nosso País. E é por isso que 4 anos depois podemos voltar aqui de cabeça erguida e dizer olhos nos olhos cumprimos aquilo que prometemos. Mas podemos dizer mais, aqueles que há 4 anos tiveram receio em votar no PS sabem hoje que podem votar no PS com toda a confiança e com toda convicção”, defendeu.

   António Costa centrou-se depois no distrito, garantindo que “cumprimos no País mas também procuramos cumprir no distrito de Leiria, lembrando que foi cabeça de lista do PS em 2002 e constatou “com enorme surpresa” quando chegou ao Governo que “várias das grandes bandeiras do distrito estavam na mesma 13 anos depois.”

   Foi por isso que, apesar do controlo das finanças públicas ser uma prioridade, relançou alguns dos projetos fundamentais para este distrito, como o lançamento do concurso de eletrificação do troço da Linha do Oeste até Torres Vedras e o agendamento do concurso da eletrificação entre Torres Vedras e Caldas da Rainha, prometendo agora continuar a eletrificação da linha até à Figueira da Foz.

  
Militantes históricos do PS encheram o Mercado Sant'Ana
António Costa revelou ter tido uma conversa com Raul Castro e o Chefe de Estado Maior da Força Aérea no dia em que o Papa Francisco aterrou na Base Aérea de Monte Real por ocasião da celebração do Centenário de Fátima, garantindo que “tem vindo a ser feito o trabalho de formiguinha para ir identificando problemas e encontrando soluções para garantir algo que é justo, é necessário e faz sentido que é a abertura do tráfego civil na Base Aérea de Monte Real.”

   Para que a economia cresça, o secretário-geral do PS traça como objetivos o aumento da população e a modernização do tecido empresarial e, para tornar o país mais atrativo e mais acolhedor, promete desburocratizar o processo de vinda de novos imigrantes para Portugal, porque “os nossos empresários procuram desesperadamente mão de obra, seja na indústria seja na agricultura, quando há tanta gente no mundo que procura trabalho.”

   Por outro lado, “temos de aumentar a natalidade e temos de criar as condições para que cada família tenha a liberdade de ter os filhos que efetivamente deseja ter, pelo que promete novos incentivos como o complemento de creche no valor de 60 euros a acrescer ao abono de família e o aumento das deduções fiscais por filho, de forma progressiva.