Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é o melhor candidato presidencial?
Ana Gomes
André Ventura
João Ferreira
Marcelo Rebelo de Sousa
Marisa Matias
Tiago Mayan Gonçalves
Edição Nº 66 Director: Mário Lopes Sexta, 7 de Abril de 2006
"3 minutos antes da maré encher"
A Naifa regressa a Alcobaça

 Capa do disco

O grupo A Naifa apresenta, no dia 8 de Abril, às 22 horas, no grande auditório do Cine-Tearo de Alcobaça, um concerto integrado na tournée nacional de apresentação do 2º álbum "3 minutos antes da maré encher". Depois do sucesso do 1º álbum "Canções subterrâneas" e da respectiva tour, A Naifa regressa a Alcobaça com novas canções e o habitual selo de qualidade num espectáculo intimista de grande beleza visual e sonora. Preço único: 10 euros [sem descontos]

   O disco "3 minutos antes da maré encher"

Nos 33 roufenhos segundos com que A Naifa inicia a sua segunda jornada por essa encantada visão daquilo que é a "música portuguesa", aquela distância quente remete quem a ouve para um imaginário próximo da Tasca do Chico, catedral do fado vadio. O que se segue a "Um", nome desses 33 segundos, tem muito pouco que ver com o fado vadio, nada que ver com a Tasca do Chico e menos ainda com aquilo que se foi
esboroando com o nome de "novo fado".

3 Minutos Antes de a Maré Encher, título de um livro de poemas de Valter Hugo Mãe, carregaria sempre o peso que a História consagrou à consecução de um segundo álbum, sobretudo quando o que lhe antecedeu reúne características como a inovação (quando não usada como adjectivo estéril) ou a suprema beleza com que raras vezes órbitas distintas se cruzam.

3 Minutos Antes de a Maré Encher será, com certeza, um disco de canções, porque é de canções que se faz esta música sem rótulo. Mas A Naifa de hoje não está mais afiada (porque não necessita disso) do que estava há dois anos. A Naifa de hoje está, sobretudo, segura daquilo que tem capacidade de trinchar, do excesso de orgulho nacionalista ao conceito de que a emoção se transmite única e exclusivamente através do que é genuinamente tradicional.

São as audições sucessivas de 3 Minutos Antes de a Maré Encher que compõem a percepção de que n´A Naifa não há um só contexto para o mesmo conceito. É através desse processo que se apreende que A Naifa está hoje diferente daquilo que era há dois anos mas que, na sua essência, mantém como princípio primeiro a audácia de não ceder ao progresso porque sim. O progresso, n´A Naifa, faz-se neste disco através do primado da libertação da obrigatoriedade do limitado formato-canção.

Está repito, muito mais segura, pronta para arriscar mais quando a electrónica é chamada, pronta para declamar mesmo quando a voz de Maria Antónia Mendes se
agiganta quando canta, pronta para dar à guitarra portuguesa uma liquidez que acaricia as feridas feitas pela vida e por tanta outra música.

A Naifa de 3 Minutos Antes de a Maré Encher é um disco cuja solução se encontra em quem o escuta e o lê. Inclui, no livrete que acompanha o disco, três poemas que não estão no alinhamento musicado, mas que se assumem como estímulos adicionais ao resultado final. Esse é novamente feito por gente deste tempo - Nuno Moura, João Miguel Queirós, Nuno Marques, Rui Lage, José Luís Peixoto, Tiago Gomes, Pedro Sena-Lino, Ana Paula Inácio e Adília Lopes. E onde dantes havia Amadeo de Souza-Cardoso, hoje há Sara Santos.

É uma maré que pode levar três minutos ou três séculos a encher. Mas enche e enche-nos.

Pedro Gonçalves
        Janeiro 2006

A Naifa ao vivo

ABRIL

7 TONDELA - Auditório da ACERT
8 ALCOBAÇA - Cine Teatro
13 SETÚBAL - Forúm Luisa Todi
14 SINES - Auditório Municipal
15 LOULÉ - Cine Teatro Louletano
20 BEJA - Teatro Pax Júlia
21 BRAGA - Auditório do Conservatório Gulbenkian
28 VIANA DO CASTELO - Teatro Sá de Miranda
30 HORTA - Cine Teatro Faialense

MAIO

4 PORTO - Rivoli Teatro Municipal
6 LISBOA - Forum Lisboa

07-04-2006
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
Diário de bordo da estrada
OPINIÃO
Água: o novo Ouro Branco
Destinos de prazer!
A quem interessa o mau funcionamento das forças policiais em Portugal?
Mulheres a menos
Quotas? Não, obrigada. Mas...
Encerramento de escolas do 1º ciclo: uma questão não-pedagógica
O Oeste é plano
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o