Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o nível da pandemia em Portugal?
Normal que haja surtos pontuais
Anormal e a culpa é do Governo
Anormal e a culpa é do comportamento das pessoas
Não sei
Edição Nº 232 Director: Mário Lopes Segunda, 25 de Maio de 2020
Acarretando sérios problemas na mobilidade dos trabalhadores e populações
Dorlei do PCP denuncia supressão de carreiras de transportes rodoviários na região de Leiria
  
                      Autocarro da Rodoviária do Oeste
A Direção da Organização Regional de Leiria do Partido Comunista Português (DORLEI do PCP) alertou, no dia 25 de maio, para as consequências de supressão total ou parcial de inúmeras carreiras de transportes públicos rodoviários, imposta pelos operadores privados da Região, que está a acarretar sérios problemas na mobilidade dos trabalhadores e populações da região.

   Para o PCP, tal situação configura o não cumprimento do serviço público a que estes operadores estão obrigados, representa perigos para as condições de saúde pública em que é prestado o serviço de transporte rodoviário e ao mesmo tempo impõe a abusiva redução significativa dos salários dos trabalhadores destas operadoras devido à situação de lay-off em que continuam.

   A título de exemplo, a DORLEI do PCP denuncia o reduzido número das chamadas “ligações rápidas” a Lisboa, a partir das Caldas da Rainha e de Peniche - com uma percentagem muito elevada de horários suprimidos ao longo do dia – bem como a supressão quase na totalidade, a pretexto do encerramento das escolas, de ligações concelhias ou inter-concelhias.

   A DORLEI do PCP considera inaceitável que num quadro de progressiva retoma das atividades económicas determinada pelo Governo, e de regresso ao trabalho de milhares de trabalhadores, os operadores rodoviários de transporte de passageiros se escusem a cumprir a sua função de serviço público essencial na mobilidade das populações, defendendo que “a sede de lucro à custa dos utentes e dos trabalhadores não pode prevalecer sobre o interesse público”.

   Face à necessidade de ser garantido o transporte dos utentes e de serem cumpridas as condições de segurança sanitária no transporte público determinadas pela Direção Geral de Saúde, a DORLEI do PCP considera imperativo a reposição de todas as ligações rodoviárias existentes antes do confinamento provocado pelo surto epidémico, chamando-se à atividade os trabalhadores destas operadoras colocados em lay-off.

    Fonte: GI|DORLEI|PCP
25-05-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Cuidados a ter com a postura em situação de teletrabalho
Dr. Francisco Oliveira Freitas
A importância do uso racional dos antibióticos
Dr. Ricardo Jorge Silva
Entrar na primavera com bons olhos
Dr. Raúl Sousa
Sugestões de viagem pela nossa região no verão
Por Andrew Balza
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o