Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a exploração de lítio em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 227 Director: Mário Lopes Segunda, 25 de Novembro de 2019
Às 16h30 do dia 7 de dezembro, na Igreja do Convento da Portela
Orfeão de Leiria traz Filarmonia das Beiras ao Natal leiriense com "Missa da Glória"
   
                      Orquestra Filarmonia das Beiras e Coro DeCa
A Orquestra Filarmonia das Beiras “celebra” na Igreja do Convento da Portela (Franciscanos) a “Missa da Glória”, de Giacomo Puccini, em conjunto com o Coro DeCa, da Universidade de Aveiro, sob a direção do maestro António Vassalo Lourenço, no âmbito do Concerto de Natal oferecido pelo Orfeão de Leiria | Conservatório de Artes (OLCA) à cidade. O espetáculo de entrada gratuita está marcado para as 16h30 do próximo dia 7 de dezembro, e contará ainda com a participação do Coro de Iniciação e Coro de Câmara da Escola de Música do Orfeão de Leiria, juntando em palco cerca de centena e meia de participantes, entre instrumentistas e coralistas.

    «O concerto de Natal do Orfeão de Leiria é já um dos pontos altos da programação cultural da cidade nesta quadra festiva repleta de magia e tradição, que ano após ano enaltecemos e perpetuamos pela música», declara Acácio de Sousa, presidente do OLCA. «Este ano, com a “Missa da Glória”, de Puccini, homenageamos também a Igreja do Convento da Portela, que tem acolhido o Concerto de Natal nos últimos anos, com esta missa cantada que será brilhantemente interpretada pela Orquestra Filarmonia das Beiras em conjunto com o Coro DeCa e com os nossos coros de iniciação e de câmara. Será seguramente mais um fantástico espetáculo para desfrutar em família», considera.

    Neste concerto de Natal, a Orquestra Filarmonia das Beiras apresenta uma obra cuja partitura, escrita em 1880 por Puccini como prova final do curso de composição do conservatório de Lucca, era, até há pouco tempo, aquando a sua publicação em 1951, conhecida apenas por alguns historiadores e musicólogos. Escrita para tenor e baixo, barítono, solistas, coro e orquestra, só no último quarto do século XX se foi tornando conhecida do grande público, e será apresentada pela primeira vez à cidade de Leiria num espetáculo inédito.

   Na “Missa da Glória” de Puccini destaca-se a forma como o compositor combina a tradição secular da música sacra com o caráter tendencialmente operático de alguns números, uma prática comum na música sacra italiana do século XIX. Apesar da imaturidade natural de um jovem que aos 22 anos escreve pela primeira vez uma obra de grande dimensão, nesta composição são já evidentes alguns aspetos da sua capacidade e talento como melodista e orquestrador que viriam a confirmar-se nas suas óperas.

   «Depois de no ano passado termos apresentado no Concerto de Natal um repertório inspirado nas mais célebres criações musicais dos séculos XVII e XVIII, de compositores como Georg F. Haendel e Alessandro Scarlatti, que culminou no “Te Deum" de Marc-Antoine Charpentier, trazemos agora uma composição de finais do século XIX, daquele que foi o criador de algumas das maiores peças musicais da história da ópera», refere Acácio de Sousa. O presidente do OLCA explica que «queremos dar a conhecer ao público leiriense diversas obras neste contexto, e já em 2017 trouxemos uma perspetiva diferente ao concerto de Natal, com o espetáculo “Um Natal Português”, apresentando canções tradicionais portuguesas, especialmente adaptadas para orquestra e coro».

   Sobre a Orquestra Filarmonia das Beiras

   A Orquestra Filarmonia das Beiras (OFB) deu o seu primeiro concerto no dia 15 de dezembro de 1997, sob a direção de Fernando Eldoro. Composta por 23 músicos de cordas de diversas nacionalidades é, desde 1999, dirigida artisticamente pelo maestro António Vassalo Lourenço. Do seu vasto histórico de concertos constam participações nos principais festivais de música nacionais e internacionais, assim como importantes cooperações e coproduções com entidades como o Cirque du Soleil; na interpretação da música de Bernardo Sassetti para o filme “Maria do Mar” na ópera infantil “A Floresta”, de Eurico Carrapatoso; com a Companhia Nacional de Bailado na produção dos bailados “Sonho de uma Noite de verão” e “O Lago dos Cisnes” e na apresentação da banda sonora do cine-concerto “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, na sua estreia em Portugal.

    Fonte: Midlandcom
25-11-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o