Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Qual dos partidos vai perder mais deputados nesta eleição para o Parlamento Europeu?
PDR
PS
PSD
BE
CDS
CDU
Edição Nº 221 Director: Mário Lopes Quarta, 24 de Abril de 2019
Entre diversas iniciativas de cariz cultural, histórico e desportivo
25 Abril no Cadaval evoca Júlio Fogaça,
figura histórica da política nacional
    
                          Capa do livro de Adelino Cunha
Para celebrar os 45 anos do 25 de Abril, o Município do Cadaval promove uma jornada de atividades com ênfase na apresentação de livro sobre o cadavalense Júlio Melo Fogaça, da autoria de Adelino Cunha, com apresentação no Cadaval por João Barroso Soares. A festividade incluirá atletismo infantil, concerto de piano, inauguração de exposição fotográfica sobre o 25 de Abril e homenagem aos Combatentes do Concelho.

    O livro “Júlio de Melo Fogaça” foi publicada em outubro de 2018, com chancela da Desassossego, do grupo editorial Saída de Emergência.

    Júlio Fogaça nasceu em Alguber, no Cadaval, no ano de 1907 (falecido em 1980), que esteve na base da organização do Partido Comunista Português e que, de ‘74 a ‘76, viria a ser, também, presidente da Câmara Municipal do Cadaval.

«Esta é a biografia desse jovem fidalgo rural do Cadaval [Alguber] que se converteu ao comunismo em Lisboa e chegou ao poder depois de ter sido várias vezes preso, torturado e por duas vezes desterrado para o Tarrafal. Acabou por ser expulso do PCP, mas as circunstâncias dessa expulsão e da derradeira prisão pela PIDE ainda hoje continuam encobertas», refere a sinopse do livro.

«Testemunhos inéditos de Domingos Abrantes, Edmundo Pedro e Carlos Brito ajudam a resgatar a intensa vida de um revolucionário esquecido», acrescenta.

Trata-se de uma obra de não ficção, da autoria de Adelino Cunha, jornalista, historiador e professor de História Contemporânea e de Jornalismo da Universidade Europeia – Laureate International Universities.

A apresentação no Cadaval, marcada para as 15h00 do dia insigne, na Biblioteca Municipal do Cadaval, estará a cargo (a par da presença do autor) de João Barroso Soares, editor literário e político português que foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa e ministro da Cultura.

  Exposição coletiva de fotografia passa pelo Cadaval

Outro ponto relevante do programa consiste na inauguração da Exposição “25 de Abril: parece que foi ontem – oito olhares, duas gerações”, mostra cedida pela SPA – Sociedade Portuguesa de Autores e estreada, por esta entidade, aquando da comemoração dos 40 anos de abril, em 2014.

A exposição reúne oito fotógrafos, dos quais quatro cobriram os acontecimentos de 1974 e outros quatro nascidos nesse mesmo ano: Rui Ochoa, Alfredo Cunha, Bruno Neves, Inácio Ludgero, Reinaldo Rodrigues, António Azevedo, António Pedro Santos e David Clifford.

Atualmente de cariz itinerante, a exposição constitui, de acordo com a SPA, «um contributo dos autores portugueses para lembrar e celebrar os valores de Abril».

A inauguração da mostra, marcada para as 15h45, na Biblioteca Municipal do Cadaval, terá apresentação a cargo de Inácio Ludgero, autor formado em escultura mas com cartaz dadas, nomeadamente, na área do fotojornalismo e da fotografia.

Uma vez inaugurada, a exposição fotográfica coletiva ficará gratuitamente patente ao público, na Biblioteca Municipal, até dia 4 de maio, no seguinte horário: domingo, das 14h30 às 17h30, segunda a sexta, das 9h30 às 18h30; sábados, 10h30 às 17h00.

      Outros pontos do cartaz comemorativo

Ainda quanto às comemorações do 25 de Abril, o cartaz incluirá ainda, pelas 10h00, o solene Hastear da Bandeira, junto ao edifício dos Paços do Concelho, com acompanhamento musical pela banda da Associação Filarmónica e Cultural do Cadaval.

Meia hora depois, arranca o tradicional Atletismo Infantil – Prova de Velocidade, na Rua N. Senhora da Conceição (junto à Câmara Municipal), ou, no caso de o tempo não permitir, no pavilhão municipal João Corrêa (junto ao campo da feira).

Pelas 11h00, decorrerá, no auditório dos Paços do Concelho, Concerto de Piano com Laura Varges, música oriunda do concelho do Cadaval, com reportório adaptado à importante efeméride.


A terminar a manhã festiva, pelas 12h00, no Jardim dos Combatentes (junto à GNR do Cadaval), o Município voltará a prestar Homenagem aos Combatentes do Concelho, tal como tem sucedido, ao longo dos últimos anos de comemorações do 25 de Abril no Cadaval.

Junte-se à celebração da conquista da Democracia em Portugal!
 
 
     Fonte_ SCRP|CMC
24-04-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o