Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 214 Director: Mário Lopes Terça, 6 de Novembro de 2018
Em pergunta dirigida ao Governo
Deputados do PSD contestam encerramento da Unidade de Coronária do Hospital de Santarém
  
               Hospital Distrital de Santarém
Os deputados do PSD eleitos por Santarém, Duarte Marques, Nuno Serra e Teresa Leal Coelho, pediram esta segunda-feira, 6 de novembro, à ministra da Saúde medidas urgentes para garantir o funcionamento da unidade de coronária do Hospital Distrital de Santarém. Para os parlamentares do PSD, “os cidadãos do distrito de Santarém merecem o maior empenhamento do Ministério da Saúde na resolução deste problema cuja solução pode ser determinante para muitas vidas. O encerramento de um serviço desta importância não é aceitável nem compreensível e a sua manutenção em funcionamento exige a mobilização de todos os agentes.”

   Na sua Pergunta dirigida à ministra da Saúde, Duarte Marques, Nuno Serra e Teresa Leal Coelho recordam que o Hospital Distrital de Santarém tem sofrido, como tantos outros, os efeitos das mais diversas decisões políticas que condicionam a qualidade do serviço prestado, a sua autonomia e sobretudo a sua sustentabilidade. A dificuldade mais recente parece ser o encerramento da sua Unidade de Coronária.

   Os deputados do PSD eleitos por Santarém garantem que têm “procurado apoiar a resolução dos mais diversos problemas que têm afetado este hospital. Desde as consequências da alteração do horário de trabalho das 40 para as 35 horas semanais, a falta de liquidez financeira, os atrasos nas transferências por parte do Ministério da Saúde, o subfinanciamento, a demora nas diversas autorizações necessárias do Ministério das Finanças, os atrasos no investimento no novo bloco operatório, o desnorte e falhanço do Governo no aumento de capital necessário para ultrapassar a existência de capitais próprios negativos e que tem levado a recorrentes vetos do Tribunal de Contas para os diversos investimentos em curso.”

   Segundo relatos que chegaram aos subscritores desta Pergunta Parlamentar, a Unidade de Coronária do Hospital Distrital de Santarém teria sido encerrada, temporária ou definitivamente.

   Duarte Marques, Nuno Serra e Teresa Leal Coelho recordam que esta unidade, de extrema importância para a região, foi inaugurada pelo então ministro da Saúde, Luís Filipe Pereira e financiada em cerca de 80% por fundos europeus. Quando foi criada, esta unidade procurava dar uma resposta vital aos cidadãos do distrito e tinha como objetivo o internamento das síndromes coronárias agudas (enfartes), arritmias graves, insuficiência cardíaca aguda, síndromes aórticos agudos, emergências hipertensivas, embolia pulmonar e outras situações de alto risco.

   Apesar de todas as dificuldades que este Hospital tem conhecido ao nível da contração de médicos nunca o encerramento desta unidade foi equacionado pois, segundo relatos que chegam aos deputados, jamais se verificou ausência de médicos na escala e nunca foi recusado um doente.

   Os deputados recordam que o Hospital Distrital de Santarém não tem uma Unidade de AVC (não existe alternativa num de raio 70 Km ), não tem hemodinâmica ( as mais próximas ficam em Leiria e Lisboa ) e fica sem Unidade Coronária ( existentes em Abrantes e Lisboa ).

   Duarte Marques, Nuno Serra e Teresa Leal Coelho defendem que “os cidadãos do distrito de Santarém merecem o maior empenhamento do Ministério da Saúde na resolução deste problema cuja solução pode ser determinante para muitas vidas e que o encerramento de um serviço desta importância não é aceitável nem compreensível e a sua manutenção em funcionamento exige a mobilização de todos os agentes.”

   Atendendo ao exposto, os parlamentares do PSD questionam se o Governo confirma ou tem conhecimento do encerramento, temporário ou definitivo, da Unidade de Coronária do Hospital Distrital de Santarém, que medidas vai o Ministério da Saúde desenvolver para garantir a continuidade deste importante serviço que é prestado aos cidadãos no HSD e que iniciativas irá o governo desenvolver para aumentar a atratividade do HSD na contração de médicos.
06-11-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Pela Conclusão da IC3/A13
Tiago Carrão
Posição do CDS sobre os documentos previsionais do Municipio de Alcobaça para 2019
Carlos Bonifácio
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Dr. Vasco Barreto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o