Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é responsável pelo conflito entre os motoristas e as empresas transportadoras?
Os motoristas
As empresas
O Governo
Outros
Não sei
Edição Nº 71 Director: Mário Lopes Domingo, 3 de Setembro de 2006
Opinião
Carta aberta aos oestinos

     Caras/os Munícipes do Oeste Norte

     
        José Marques
         Serralheiro
  É com a maior honra, consideração e respeito que tomo a liberdade de me dirigir a todos e, especialmente a si, que está a ler esta carta.

       O assunto que me impele a este contacto escrito é o projecto de concentração e excelência hospitalar “ Hospital Oeste Norte” (uma solução, cada vez mais, exigível e oportuna) que venho defendendo, conforme muitos conhecem, desde o ano 2002.

      Parece que foi ontem, mas já lá vão 4 anos. A primeira data em que apostei para o seu arranque foi o ano de 2006, depois 2008 e agora 2010.

      Então qual é problema para sucessivos adiantamentos de data? Acontece que a minha ideia, apesar de ser compreendida e, até, plausível, a nível da tutela do Ministério da Saúde, não conseguiu, a nível local, mais que a aprovação de uma moção favorável na Assembleia Municipal de Alcobaça, no dia 27 de Abril passado. Considero que foi um pequeno passo para um projecto mas pode ser um grande salto para a qualidade de vida e para acessibilidade aos cuidados de saúde de excelência para si e mais 249 999 pessoas.

      O Oeste Norte é a Sub-região do país com menos camas hospitalares por mil habitantes. O Hospital que proponho pretende ser uma verdadeira solução alternativa aos actuais hospitais (Caldas da Rainha, Alcobaça e Peniche).

     Concebemos uma unidade hospitalar moderna, equipada com alta tecnologia, muito diferenciada (nível III) tal como os hospitais de Santarém e Leiria, com menos camas (250) para servir todos os Oestinos e à distância (que hoje se volta a medir em tempo) máxima de 25 minutos.

     Trata-se do maior investimento público no Oeste Norte (75 milhões de euros) e será uma alavanca de desenvolvimento regional e potenciadora da atracção de investimento turístico, tão ajustado ao desenvolvimento sustentável do Oeste, e, ainda, criará de cerca de 500 postos de trabalho no sector social (cuidados continuados) e, em empresas prestadoras de serviços locais.

      Programado como Um Centro Integrado de Cuidados de Saúde em que os actuais hospitais (com a redefinição da sua missão) ficam integrados, em rede de cuidados, tal como os Centros de Saúde de cada um dos 7 concelhos abrangidos (Caldas da Rainha, Alcobaça, Peniche, Óbidos, Nazaré, Bombarral, Cadaval) tem, por isso, as condições exigíveis para nos garantir a pratica de cuidados de saúde de alta qualidade, desde a promoção da saúde até aos cuidados continuados, passando pelos cuidados de agudos.

     Dirijo – me, especialmente a si, porque já perdemos tempo demais e preciso do seu apoio devido ao facto da maioria dos autarcas da nossa região não terem ainda percebido a urgência da sua tomada de posição e, ainda, o alcance, a importância, o interesse estratégico e a necessidade do Hospital Oeste Norte para a região e para a qualidade e tranquilidade da nossa vida quotidiana.

     Está na hora de integrar este projecto nos programas operacionais do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional). O Hospital Oeste Norte enquadra – se na tipologia das prioridades e das orientações estratégicas definidas nas três palavras-chave: concentração de meios; selectividade e sustentabilidade financeira.

     Vêm aí 19 157 milhões de euros do IV Quadro Comunitário de Apoio (2007 / 2013). O valor previsto para o investimento nesta nova e moderna unidade hospitalar é inferior a 5 / 1000, ou seja, tão pequeno montante para um extraordinário benefício efectivo para si e para todos nós.

      Desde que apresentei esta solução à tutela já foram colocados em linha de decisão mais de 14 Hospitais (sendo que 6 foram decididos na 1ª semana de mês corrente).

     Assim, peço-lhe um pequeno e grande favor que junto dos vereadores da sua câmara e dos deputados municipais do seu concelho ajude a passar a mensagem das mais – valias resultantes da edificação do Hospital Oeste Norte, da oportunidade e urgência de se comprometerem com a defesa deste projecto inovador e criador do futuro, junto da tutela: Ministério da Saúde, antes que mais outros projectos hospitalares se antecipem. Acreditamos no ano 2010 como uma data de esperança e um desafio para si, munícipe Oestino. Manifeste o seu apoio da forma que entender. Contribua para o sucesso da Sub-região Oeste Norte. Há dois nomes de ilustres médicos caldenses que gostaria de ver inscritos em placas no interior deste hospital: Dr. Ernesto Moreira e Dr. Bandeira Duarte, como sinal de gratidão e reconhecimento do seu mérito.

     Muito Obrigado. Boas Férias

      Cumprimentos Cordiais

 José Marques, Administrador Hospitalar
Deputado Municipal Independente

2006-06-10

 

 

03-09-2006
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
Que socialismo é este?
Mário Lopes
OPINIÃO
Uma ideia para Alcobaça
Valdemar Rodrigues
Comunismo
Henrique Tigo
NRAU – Novo Regime do Arrendamento Urbano
Helena Victor
O filme repete-se!
João Salgueiro
Depois do “Sapinhismo”
Rogério Raimundo
Carta aberta aos oestinos
José Marques Serralheiro
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o