Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o nível da pandemia em Portugal?
Normal que haja surtos pontuais
Anormal e a culpa é do Governo
Anormal e a culpa é do comportamento das pessoas
Não sei
Edição Nº 234 Director: Mário Lopes Quarta, 22 de Julho de 2020
Quatro Projetos de Investimento já estão em curso
Batalha investe 1,5 milhões em ecovias e trilhos para atrair turistas
        
                                          Centro BTT
A Câmara Municipal da Batalha acelerou, desde março, as candidaturas e processo de empreitadas de ecovias e trilhos para serem alternativas ao turismo de eventos, uma das “montras turísticas” do concelho que, este ano, devido à pandemia de covid-19, sofrerá uma “forte limitação”.

    “Nos últimos anos triplicámos o investimento de ecovias e trilhos do concelho e pretendemos ir mais longe. Desde março, percebendo os efeitos que a pandemia de covid-19 teria no turismo e na necessidade de reinventarmos a nossa oferta, acelerámos as candidaturas e processo de empreitadas de ecovias e trilhos, porque percebemos que o núcleo da nossa montra turística – cultura, gastronomia e eventos – iria sofrer uma limitação tremenda”, refere o presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos.

   Atualmente, a rede de percursos pedestres do Município da Batalha tem uma extensão de mais de 28 quilómetros. Na Batalha existem ainda cinco percursos de BTT sinalizados. Esta componente de turismo da natureza é apoiada pelo Centro de BTT da Batalha – Pia do Urso é Centro de BTT, considerado pela Revista EVASÕES uma das melhores 100 ideias de Turismo em Portugal, e constituído por um edifício dotado de balneários, instalações sanitárias, área informativa e espaço destinado a lavagens e a pequenas reparações de bicicletas.

   Nesta componente, o visitante pode desfrutar gratuitamente de uma rede de trilhos cicláveis e devidamente sinalizados, com mais de 300 km, divididos em quatro níveis de dificuldade que percorrem os Concelhos da Batalha, Porto de Mós e Leiria.

   “
                                      Percurso pedestre
Prevemos que nos próximos dois meses, o Município abra o concurso público para a ciclovia Urbana da Vila da Batalha, compreendida entre a Rotunda da Cidade de Trujillo e o cruzamento com o Casal Novo, no lugar de Casal do Quinta, e que visa requalificar a via, criando condições para a mobilidade urbana através da execução de ciclovia e via pedonal, tendo como objetivo melhorar as condições de segurança para a circulação viária, ciclável e pedonal, reduzindo os acidentes nesta via rodoviária”, referiu o autarca..

   No mesmo projeto encontra-se previsto o desenvolvimento de um sistema bikesharing situado em terreno do Município, área adjacente à Rotunda das Brancas e junto ao edifício da “Casa da Obra”, no qual se pretende reabilitar um antigo edifício para uma residência de estudantes, e visa disponibilizar bicicletas que permitam a deslocação dos estudantes, quer para o centro da vila (deslocações intraconcelhias), quer para o Instituto Politécnico de Leiria, promovendo as deslocações interconcelhias em modos suave.

     O Município vai ainda construir a ecovia do Vale do Lena e abrir os procedimentos de empreitada do novo percurso pedestre das Pedreiras Históricas e da requalificação de estações do Ecoparque Sensorial da Aldeia da Pia do Urso, projetos integrados em candidatura intermunicipal já aprovada no âmbito da candidatura ao Centro 2020 de “Valorização e Promoção do Património Natural da Região de Leiria”, no valor global de 1,2 milhões de euros, no qual participam ainda os municípios de Batalha, Pombal, Castanheira de Pera e Ansião, todos da região de Leiria.

  “A ideia é procurar alternativas para que as pessoas saibam que estamos a trabalhar para terem mais e melhores ecovias para poder andar, correr, passear de bicicleta, desfrutar da paisagem, para além da oferta cultural diversificada, na qual o Mosteiro da Batalha é a principal referência”, reforça o Autarca.

   O investimento neste domínio no turismo natural e ao nível da mobilidade saúde ascende a cerca de 1,5 milhões de euros e conta com cofinanciamento de fundos comunitários (FEDER) de cerca de 85% deste valor, respetivamente:

   Projetos de Investimento em curso:

Ecovia - Collipo ao Vale do Lena - 502 123,24 €
Promoção da Mobilidade Urbana Multimodal da Vila da Batalha - 794 870,47 €
Valorização das Pedreiras Históricas – 120 000,00 €
Requalificação de Estações Ecoparque Sensorial da Pia do Urso - 62.500,00€
 
   Fonte: MB
22-07-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O CEPAE e o Museu Nacional da Floresta
Adélio Amaro
Estatuária, Memória e Democracia
Leonor Carvalho
As grandes epidemias da História
Joaquim Vitorino
Dever de informar
Carlos Bonifácio
A Pandemia… dos ignorados
Dr. Joaquim Brites
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o