Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O Governo deve fazer mais para combater as alterações climáticas?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 80 Director: Mário Lopes Segunda, 4 de Junho de 2007
Programa já foi assinado
PITER Leiria/Fátima garante 150 milhões de euros para projectos de alcance turístico

     


Miguel Sousinha, Bernardo Trindade,
Maria José Catarino e João Salgueiro

A Região de Turismo Leiria/Fátima e as Câmaras Municipais de Alcobaça, Leiria, Marinha Grande, Nazaré, Ourém, Pombal e Porto de Mós e Junta de Freguesia de Carriço (Pombal), procederam no dia 31 de Maio, no Cine-Teatro de Porto de Mós, à assinatura do Acordo de Colaboração no âmbito do apoio a Projectos de Natureza Pública do PITER - Programas Integrados Turísticos de Natureza Estruturante - Leiria/Fátima. A cerimónia foi presidida por Bernardo Trindade, secretário de Estado do Turismo. O valor total do investimento é de mais de 150 milhões de euros. 

       Estiveram presentes na cerimónia, além de Bernardo Trindade; Miguel Sousinha, presidente da Região de Turismo Leiria-Fátima; José Miguel Medeiros, governador civil de Leiria; Maria José Catarino, do concelho de administração do Turismo de Portugal; João Salgueiro, Isabel Damasceno, João Barros Duarte, Jorge Barroso, David Catarino, presidentes das Câmaras Municipais de Porto de Mós, Leiria, Marinha Grande, Nazaré, Ourém, respectivamente; Carlos Bonifácio, vice-presidente da Câmara Municipal de Alcobaça; Michael António, vereador da Câmara Municipal de Pombal e Leovigildo Fernandes, presidente da Junta de Freguesia de Carriço.

      Com este protocolo são reforçadas as sinergias de cooperação no sector do turismo, entre os vários intervenientes que actuam no território da Região de Turismo Leiria-Fátima. O PITER baseia-se num conjunto de projectos de investimento, complementares entre si e implementados num horizonte temporal limitado que prosseguem os mesmos objectivos estratégicos, com vista a alcançar alterações estruturais na oferta turística e impacto económico e social significativo na área em que se inserem. 

      O programa abrange projectos desenvolvidos num determinado território de intervenção, possibilitando a associação de investimentos de natureza privada e pública e incentivando a dinamização de parcerias entre a Região de Turismo, autarquias, entidades públicas, empresários, etc. com vista ao desenvolvimento turístico regional.

      Segundo João Salgueiro, o programa é um dos melhores exemplos a nível nacional da necessidade de uma envolvência territorial. O autarca manifestou a gratidão dos signatários pelo reconhecimento do valor desta região, que possui “monumentos mundiais, praias das mais bonitas e das mais conhecidas, grutas das mais belas de Portugal, áreas protegidas de grande interesse ambiental e Fátima”, pelo que “só obras como estas tornam o território mais atractivo garantindo assim o seu sucesso.”

      João Salgueiro referiu-se ainda ao Aeroporto da OTA: “Para nós não é um problema, assim como o não é para o País, é antes de mais uma oportunidade. Estamos todos unidos na defesa daquilo que melhor desejamos para os interesses nacionais. Queremos respeitar as tradições de uma vasta região, mas queremos sobretudo assegurar a sua identidade. Esta identidade não se pode afastar nunca da defesa de valores como Alcobaça, Leiria, Marinha Grande, Nazaré, Fátima, Pombal, Porto de Mós e Batalha.”


Bernardo Trindade

   Por sua vez, Maria José Catarino lembrou que o PITER Leiria-Fátima nasceu da iniciativa dos agentes público-privados desta região e está assente numa estratégia conjunta e articulada que visa a organização e consolidação da oferta turística regional. O PITER tem dois eixos de desenvolvimento: a Cultura e o ambiente, contando com 9 projectos privados e 16 projectos públicos, dos quais foram contratados neste dia 11, totalizando um investimento total de mais de 150 milhões de euros.

      Para a responsável do Turismo de Portugal, esta iniciativa dos agentes da região, reveste-se de inigualável valor, não só pelos objectivos que pretende atingir: qualificação do alojamento, reforços culturais e patrimoniais na região e ordenamento do litoral, mas também pela natureza integrada que se desenvolveu numa parceria público-privada.

      Miguel Sousinha recordou que o PITER de Leiria-Fátima baseia a sua estratégia em dois eixos: o eixo principal que é a Cultura associada ao património e ao turismo religioso e um eixo secundário que contempla sol, mar e natureza. Foram assumidos vários objectivos com este programa: um deles foi o aumento das dormidas e dos visitantes aos recursos culturais. De acordo com dados do INE, esta região tem vindo a crescer mais de 7% ao ano.

      Um outro objectivo é a requalificação do alojamento turístico. Miguel Sousinha sublinhou todo o esforço que os empresários têm feito na requalificação nas suas unidades hoteleiras e também as novas unidades. O investimento total deste programa aquando da sua conclusão torna este PITER um dos principais ou mesmo o maior a nível nacional, em termos de investimento. Cerca de 60% do valor é investimento privado.

      Por fim, Bernardo Trindade considerou que este PITER congrega um conjunto variado de interesses que vão desde os apoios de praia à recuperação do património histórico-cultural, às áreas protegidas, garantindo que dentro de um pequeno território há diversidade. Esse é o objectivo do Governo a nível nacional: garantir que um País pequeno, de uma dimensão relativamente reduzida pode ter um conjunto variado de realidades de produtos, de dinâmicas que fazem mais-valia a quem nos visita.

      O secretário de Estado do Turismo anunciou que “o turismo português vive um belíssimo momento: no primeiro trimestre de 2007, o crescimento ao nível das receitas atingiu quase os 14%". Bernardo Trindade defendeu a necessidade de melhorar infra-estruturas e apoiar a captação de eventos de promoção do País além-fronteiras.

      Dos projectos públicos abrangidos no território da RTL/F contam-se os seguintes: (Valores dos apoios do Turismo de Portugal)

> Estrada Atlântica: Projecto conjunto das Câmara Municipais da Nazaré, Alcobaça, Marinha Grande, Leiria e Pombal
Alcobaça – 142.116.21€
Leiria – 199.240.67€
Marinha – 154.880.56€
Nazaré –  Programa PIQTUR – valores não divulgados
Pombal –  Programa PIQTUR – valores não divulgados
 
> Câmara Municipal de Alcobaça
- Requalificação da envolvente do Mosteiro de Alcobaça – 781.704.50€
- Estrada Florestal Paredes-Pataias - 1.000.000.00€ - Não contemplado, fundos próprios das entidades promotoras
 
> Câmara Municipal de Leiria
- Valorização do património natural da Lagoa da Ervideira – 4.499.40€
- Agromuseu da Ortigosa - 281.072.75€ - Não contemplado, fundos próprios das entidades promotoras
 
> Câmara Municipal de Marinha Grande
- Arranjos paisagísticos da marginal da Praia da Vieira – 39.888.43€
- Parque Urbano da Cerca - 1.433.000.00€ - Não contemplado, fundos próprios das entidades promotoras

> Câmara Municipal de Nazaré
- Casa da Cultura e valorização do Largo Bastião Fernandes – 14.195.32€
 
> Câmara Municipal de Ourém
- Casa do Administrador – Programa PIQTUR – valores não divulgados
- Acessibilidades à Igreja da Santíssima Trindade - Programa PIQTUR – valores não divulgados
- Requalificação Urbana de Fátima (URBCOM) – 132.736.99€
- Parque Linear de Ourém - 5.687.226.07€ - Não contemplado, fundos próprios das entidades promotoras
 
> Câmara Municipal de Pombal
- Museu Marquês de Pombal – 14.017.43€

Junta de Freguesia do Carriço (Pombal)
- Infra-estruturas de Praia na Praia do Osso da Baleia – 7.363.63€
 
> Câmara Municipal de Porto de Mós
- Requalificação do centro histórico de Porto de Mós – 19.895.34€

04-06-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
A Linha do Oeste, o TGV e o Aeroporto da Ota
Mário Lopes
OPINIÃO
Perpetuum mobile - Celebrar a Continuidade
Miguel Sobral Cid
XV Cistermúsica - Festival de Música de Alcobaça
Alexandre Delgado
Óbidos já é uma “Maravilha de Portugal”, mas...
Carlos Orlando Rodrigues
A importância da arquitectura nas cidades com património histórico
Carlos Bonifácio
“Ao Menino e ao Borracho mete Deus a mão por baixo…”
Isabel Ferreira e Margarida Batalha
De novo a diáspora?! Ou multilocalidade?
Alzira Simões
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o