Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
De momento não existem Sondagens activas.
Ver Sondagens Anteriores
Edição Nº 228 Director: Mário Lopes Terça, 7 de Janeiro de 2020
Um mês após o seu falecimento
Delegação do Centro da Ordem dos Arquitectos enaltece o arquitecto tomarense Costa Rosa
   
                  Arquitecto Costa Rosa
Exatamente um mês após o falecimento do Arquitecto José Inácio da Costa Rosa, data que se assinala esta terça-feira, dia 7 de janeiro, a Delegação do Centro da Ordem dos Arquitectos assinala, com pesar, a perda de um homem que deixou contributos assinaláveis para a história de Tomar do séc. XX e início do séc. XXI. Com 92 anos, arquitecto e homem notável de Tomar, José Inácio da Costa Rosa era o sócio n.º 166 da Ordem dos Arquitectos.

   Nascido em Tomar, no dia 22 de Janeiro de 1927, José Inácio da Costa Rosa deixa o seu traço na cidade que era o seu “segundo amor, a seguir à família”, como o referiu numa entrevista em Março de 2017. Deixa por isso a memória de entrega emotiva e incondicional a Tomar.

    José Inácio da Costa Rosa, nome incontornável da vida tomarense, foi distinguido pela autarquia no dia da cidade, em 2017, com a medalha municipal de valor e altruísmo (grau ouro).

   Era ainda “muito novo” quando escolheu Arquitectura. Pensou também em Pintura e depois Veterinária, “mas a Arquitectura venceu, apesar de ser um curso complicado e na altura com a duração de seis anos.” “Eu não fui um arquitecto com grande trabalho em Tomar. Trabalhei bastante para particulares mas nunca para o Estado”, referia Costa Rosa, na mesma entrevista. “A minha coroa de glória foram as moradias”, dizia. Assinala especialmente uma moradia em Oeiras, para a família Costa Cabral Macedo.

    Por longos anos foi também professor no curso de Construção Civil na Escola Jácome Ratton, nas áreas do Desenho, Tecnologia e Orçamentos. Um período que lhe valeu a amizade dos seus alunos.

   Costa Rosa deixa ainda uma produção artística assinalável, em desenhos e aguarelas. Não há recanto em Tomar que o arquitecto não conhecesse e que provavelmente não tivesse desenhado. Desenhava a cidade, desenhava o que na cidade acontecia, especialmente a Festa dos Tabuleiros.

   Voltamos à Arquitectura e a um espaço obrigatório, para quem vive no concelho e para quem o visita: o café Estrelas de Tomar. É assinado pelo Arquitecto Costa Rosa, que nos abre um janelão, uma perspectiva privilegiada e cheia de potencial para as águas do rio Nabão (umas vezes calmas, outras turbulentas), à volta do qual nasceu e se desenvolveu uma cidade milenar.

   Disse José Inácio da Costa Rosa: “Tomar sempre foi uma paixão e vou continuar a contribuir com os meus préstimos até ao último dia, sempre a viver em Tomar.”
À família e aos tomarenses os nossos pêsames.

    Obra do Arquitecto Costa Rosa | Tomar: 1930-1965

(levantamento in Roteiro da Arquitectura Moderna, Tomar, 1930-1965, de Anabela Mendes Moreira e Inês Domingues Serrano)

Edifício plurifamiliar na Rua Torres Pinheiro (1955)
Rua Torres Pinheiro, 44-46

Moradia Armado Redol (1957)
Rua Doutor Egas Moniz, 14

Edifício plurifamiliar na Praceta Dr. Raúl António Lopes (1958)
Praceta Dr. Raúl António Lopes, 11-12

Edifício comercial e residencial (1960)
Rua Torres Pinheiro, 68

Edifício plurifamiliar na Rua da Fábrica de Fiação (1961)
Rua da Fábrica de Fiação, 70-A

Moradia Lopes das Neves (1963)
Rua Doutor Egas Moniz, 29

Moradia Gouveia Pereira (1963)
Rua Miguel Maria Ferreira, 15

Pastelaria e Café Estrelas de Tomar (1960/1963)
Rua Serpa Pinto, 14-18, Avenida Marquês de Tomar

(Esta lista contém as obras do Arq. no período de tempo assinalado).

Desenhos do Arquitecto José Inácio Costa Rosa:
https://www.youtube.com/watch?v=lNlO-OFp6wk

Imagens dos projectos do Arquitecto Costa Rosa:
 
     Fonte: SC|ACDCOA
07-01-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O CEPAE e o Museu Nacional da Floresta
Adélio Amaro
Estatuária, Memória e Democracia
Leonor Carvalho
As grandes epidemias da História
Joaquim Vitorino
Dever de informar
Carlos Bonifácio
A Pandemia… dos ignorados
Dr. Joaquim Brites
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o