Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O coronavírus COVID-19 vai tornar-se um problema grave em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 77 Director: Mário Lopes Quinta, 1 de Março de 2007
Opinião
Perdemos uma batalha mas não perdemos a guerra

     


Mariana Mendia

No passado dia 24 de Fevereiro os Movimentos Cívicos que tomaram posição pública pelo NÃO estiveram presentes, em Calvão (Aveiro), a convite da Federação Portuguesa pela Vida (www.federacao-vida.com.pt). Todo o País esteve representado por cerca de 70 pessoas (Algarve, Alentejo, Oeste, Centro, Norte e Minho). A ordem de trabalhos prendeu-se com: balanço da campanha, análise dos resultados e futuro.

 

      À comunicação social que estava presente, a Dra Isilda Pegado (Presidente da Federação) leu um comunicado. Em linhas gerais sublinhou que após o resultado do referendo “impõe-se agora que assumam as responsabilidades inerentes”. Porém, 48 horas após o encerramento das urnas “o PS veio desmentir as promessas eleitorais.” Assistimos a declarações do líder da bancada do PS, em que é negado tudo o afirmado na campanha. Confirmando assim que, o aborto será totalmente livre até às 10 semanas e apenas por «vontade» da mulher. Donde se conclui que o povo português foi dolosamente enganado.

      A Federação Portuguesa pela Vida lançou desafios: “O verdadeiro combate ao aborto que legal ou ilegal será sempre uma chaga” e “as medidas públicas de apoio à família, mães e crianças em dificuldade, que de imediato devem ser exigidas.”
O Movimento Cívico que nasceu, aquando da campanha, na nossa região vai estar atento e vai lutar pela liberdade de mulheres e homens de Portugal. Fica também desde já um convite a todos quantos queiram apoiar o projecto para a região do Oeste.

      A todas as mulheres que se encontrem em situação de decisão do seu futuro e precisem de apoio por favor contactem-nos para: Ponto de Apoio à Vida 800 20 80 90 (linha gratuita). Na região do Oeste o contacto é oestepelavida@gmail.com e 917 962 086.

      Mariana Mendia
 

 

 

01-03-2007
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Salazar, fantasma do passado
por Henrique Tigo
Uma escultura que nasce arquitectura
Charters Monteiro
Museus de Futuro: Uma Visão sobre os Transgénicos
Valdemar Rodrigues
Perdemos uma batalha mas não perdemos a guerra
Mariana Mendia
Palavras Soltas
José Pires
Criação de incentivos aos casais para aumento da natalidade
João Paulo Pedrosa
O Mosteiro de Santa Maria da Vitória – Batalha
Júlio Órfão
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o