Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o número de turistas estrangeiros em Portugal?
Excessivo
Bom
Insuficiente
Não sei
Edição Nº 210 Director: Mário Lopes Quinta, 7 de Junho de 2018
Covilhã
CCDRC promove final regional do Concurso
de Ideias de Negócio nas Escolas
  
              Maria Fernanda Rollo
A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) promove esta quinta-feira, dia 7 de junho, pelas 14h30, na Universidade da Beira Interior, na Covilhã, a quinta edição do “Concurso Regional de Ideias de Negócio nas escolas”. Este concurso pretende eleger o “Aluno Empreendedor da Região Centro 2018”, entre os representantes das Comunidades Intermunicipais da região Centro. O objetivo é sensibilizar e motivar os jovens para a inovação e o empreendedorismo, promovendo a iniciativa e o dinamismo nas comunidades onde se inserem. A entrega dos prémios será feita pela Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo​.

   Durante o ano letivo 2017/2018, várias escolas básicas, secundárias e profissionais promoveram diversas ações de sensibilização para o empreendedorismo, junto da população escolar, com o acompanhamento dos respetivos professores. As ações ao nível de escola culminaram na realização de concursos municipais de ideias de negócio e posteriormente nos concursos intermunicipais, com a colaboração das Comunidades Intermunicipais (CIM). Nesta final regional são apresentadas as oito ideias de negócio que representam cada uma das CIM da Região Centro, premiando-se as três ideias selecionadas pelo júri.

   O júri é composto por representantes de entidades públicas e privadas regionais, com reconhecido mérito na área empresarial e promoção do empreendedorismo na região, e terá em consideração o grau de inovação, a exequibilidade, o impacte para o território, a estruturação e o desenvolvimento de cada ideia de negócio apresentada.

   Nesta edição, o júri é formado por: Anabela Dinis (Pró-reitora da UBI), António José Correia (ex-Presidente da Câmara Municipal de Peniche), Manuel Assunção (ex-Reitor da Universidade de Aveiro) e José Pedro Moura (Empresário Book in Loop).

   Programa
14:30 – Boas vindas
14:45 – Apresentação das ideias de negócio
15:30 – Testemunho de empreendedor
15:45 – Momento de entretenimento
16:00 – Apresentação das ideias de negócio
16:45 – Lanche
17:15 – Entrega dos prémios pela Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo
17:30 – Encerramento

Resumo das Ideias a concurso

BEIRA BAIXA
Escola Básica e Secundária Pedro da Fonseca
Medronho em Natural
A ideia em causa visa proceder ao reaproveitamento das componentes lenhosas da espécie medronheiro, muito importante na região, para a elaboração de duas componentes: pau de espetada, com sabor a medronho e pau de café, com sabor a medronho.

BEIRAS E SERRA DA ESTRELA
Escola Profissional do Fundão
Bombons do Reis
Os Bombons do Reis reúnem dois produtos diferenciados e autóctones da Região da Cova da Beira e da Região de Setúbal, a cereja e o moscatel. Os ensaios já realizados com estes produtos demonstram a sua combinação perfeita.

MÉDIO TEJO
Agrupamento de Escolas de Alcanena
EUCALYGRAPE LEATHER
O projeto visa a produção de um couro anti alergénico a partir de subprodutos vegetais, nomeadamente bagaço de uva e extratos de eucalipto, de modo a reduzir a utilização de químicos nocivos à saúde humana. O Eucalygrape Leather apresenta-se como um produto totalmente inovador, economicamente viável e ambientalmente sustentável.

OESTE
Escola Básica de Torres Vedras
Robô Guia Turístico
O projeto foi desenvolvido tendo em conta que a cidade de Torres Vedras tem muito potencial e locais de interesse que muitas pessoas desconhecem. No entanto o robô pode ser adequado a outras cidades, nomeadamente na Covilhã. Neste sentido, o principal objetivo é dar às pessoas a possibilidade de conhecer a cidade e os locais mais importantes, de uma forma lúdica e fomentando assim o turismo na região.

REGIÃO DE AVEIRO
Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro
EasyPark
O projeto easypark tem como objetivo reduzir a desigualdade social, sendo uma iniciativa inovadora que irá melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência física e aumentar a sua independência. O plano é instalar em cada local de estacionamento prioritário um pilarete ativado automaticamente por um sistema de reconhecimento de matrículas para impedir que as pessoas estacionem ilegalmente. Este dispositivo manterá os lugares de estacionamento prioritários livres para aqueles que realmente precisam e ensinará pessoas fisicamente saudáveis a fazer a coisa moralmente acertada.


REGIÃO DE COIMBRA
Agrupamento de Escolas de Mortágua
INsmartLIN
O INsmartLIN é um dispositivo adaptável às canetas de insulina, que permite o registo das doses de insulina administradas, da data e da hora a que foram efetuadas, evitando o esquecimento/sobredosagem. Estes registos podem ser transferidos, através de um cartão SD/bluetooth, para um smartphone, permitindo, ao médico/cuidador, fazer um acompanhamento mais direto do paciente. A monitorização simples e rápida destes registos trará segurança e conforto no acompanhamento/controlo da diabetes.

REGIÃO DE LEIRIA
Escola Profissional de Leiria
Morcela de Arroz Vegetariana
Muitos dos pratos regionais portugueses envolvem enchidos, produtos que não se inscrevem dentro do que é considerado uma alimentação saudável. A morcela de arroz, típica da região, é muito apreciada, embora seja confecionada a partir de alguns produtos que podem prejudicar a saúde. Neste contexto, o grupo decidiu desenvolver um projeto de fabrico de uma morcela de arroz mais saudável e que abarque um maior número de consumidores, pois poderá ser consumida também por vegetarianos e por pessoas com restrições alimentares.

VISEU DÃO LAFÕES
Escola Profissional Mariana Seixas
Hot Table
Hot Table é uma mesa com a opção de aquecimento individual de cada prato e com um sensor de álcool. Possui um vidro temperado, um sistema de aquecimento e um regulador de temperatura que permite ao cliente manter a temperatura da comida. Possui também um sensor de álcool, que possibilita ao cliente, no final da refeição, saber o nível de álcool que possui no sangue para que possa decidir, em consciência, se vai ou não conduzir.

Local: Faculdade de Engenharia da Universidade da Beira Interior

   Fonte: GC|CCDR
07-06-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Das "crises" do estado-empresa e da empresa-estado
Valdemar J. Rodrigues
O pólen e o Centro de “Boas Vindas” no Mercado Municipal
Carlos Bonifácio
Não gosto de “certa” linguagem…
Fleming de Oliveira
Doença mental aumenta dependência do tabaco
Drª Tânia Silva
Pressão arterial alta é fator de risco para o enfarte
Dr. Pedro Farto e Abreu
Fumadores têm maior risco de desenvolver demência
Manuela Morais
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o