Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Leiria tem condições para ser Capital Europeia da Cultura?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 215 Director: Mário Lopes Terça, 20 de Novembro de 2018
Alcobaça
Milhares de visitantes celebraram XX Mostra Internacional dos Doces & Licores Conventuais
  
   Fachada maior do País ganhou nova vida com a  exibição
                    do videomapping  “Uma História Doce”
Para celebrar os 20 anos da Mostra Internacional de Doces e Licores, preparou-se um espetáculo de vídeo mapping “Uma História Doce”, produzido pelo atelier OCUBO, e a transmissão em direto do programa “Somos Portugal” da TVI. De 15 a 18 de novembro, dezenas de milhares de pessoas visitaram Alcobaça e o Mosteiro de Alcobaça numa forte dinâmica de promoção da marca Alcobaça e da Doçaria Conventual.

   “Uma ocasião tão especial quanto esta merecia uma celebração histórica, adequada à dimensão e ambição deste evento que muito nos orgulha enquanto alcobacenses. Apesar da doçaria conventual e dos licores a estar, naturalmente, em plano de evidência, este evento promove Alcobaça no seu todo, assumindo deste modo o estatuto de porta estandarte da excelência, da criatividade e do empreendedorismo que sempre desde sempre nos caracteriza”, afirma o presidente da Câmara Municipal, Paulo Inácio.

   A Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais está deste modo pronta para mais 20 anos de intensos sabores e experiências em prol do concelho, da indústria, do turismo, das suas gentes, da sua cultura e da sua identidade.

   Prémio de Melhor Doce Conventual atribuído a três vencedores

  
   Vídeomapping terminou com imagem alusiva aos 20 anos
    da Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais
(Atelier do Doce, Alcobaça), "Barriga de Freira" (Pastelaria Alcôa, Alcobaça) e "Pão de Ló de Ovar" (Oportune Tempore, Ovar) foram os doces escolhidos pelo júri do prémio de Melhor Doce Conventual da 20ª edição da Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais.

   "A atribuição de 3 menções honrosas é, de certa forma, um reflexo da evolução que tem vindo a verificar-se na qualidade dos doces concorrentes. No final, a soma da pontuação atribuída por cada membro do júri determinou um empate entre três doces a concurso. Como presidente do júri fiz a proposta de uma nova votação para os três doces
em questão, mas os jurados decidiram manter as pontuações atribuídas. Como regulamento prevê apenas um 1ª prémio, ficaram com 3 menções honrosas que, na verdade, representam 3 primeiros prémios”, explica o presidente do júri, Amílcar Malhó.

   Destaque ainda para o prémio de Melhor Compota, atribuído à compota de "Figo com Vinho do Porto" (Monjas Cisterciences de Rio Caldo), e para o prémio de Melhor Licor Conventual, atribuído ao Licor de Singeverga 30% VOL. (Santo Tirso), e a respetiva Menção Honrosa atribuída ao "Licor de Framboesa" da Licores Abbatiale (Alcobaça).

   Fonte: GRPP|CMA
20-11-2018
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Pela Conclusão da IC3/A13
Tiago Carrão
Posição do CDS sobre os documentos previsionais do Municipio de Alcobaça para 2019
Carlos Bonifácio
A vacinação reduz o número de casos e de mortes por pneumonia
Dr. Vasco Barreto
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o