Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Como classifica o nível da pandemia em Portugal?
Normal que haja surtos pontuais
Anormal e a culpa é do Governo
Anormal e a culpa é do comportamento das pessoas
Não sei
Edição Nº 232 Director: Mário Lopes Sábado, 30 de Maio de 2020
Após submissão de candidatura
Biblioteca Municipal de Alcobaça integra Rede da Comissão Nacional da UNESCO
  
                      Biblioteca Municipal de Alcobaça
A Biblioteca Municipal de Alcobaça (BMA) é, desde o dia 20 de maio, o mais recente membro da prestigiada Rede das Bibliotecas Associadas à Comissão Nacional da UNESCO, um organismo criado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), com o objetivo de encorajar as bibliotecas que se encontram abertas ao público a realizar atividades em domínios como a promoção dos direitos humanos, da paz, da diversidade cultural e do diálogo intercultural, a proteção do ambiente e a luta contra o analfabetismo, entre outros.

    A candidatura foi submetida no passado mês de abril, fundamentada com um conjunto de atividades desenvolvidas pela BMA que dão resposta direta aos propósitos defendidos por esta rede:

• Encorajar as bibliotecas a implementar os princípios expressos no “Manifesto da UNESCO sobre Bibliotecas Públicas” (UNESCO/IFLA, 1995);
• Encorajar as bibliotecas que estão abertas ao público a serem Bibliotecas Vivas, realizando atividades em domínios da UNESCO, como a promoção dos direitos humanos, do diálogo intercultural, da proteção do ambiente e do bem-estar, da luta contra o analfabetismo e da cooperação para a paz e cidadania;
• Empreender atividades próprias e dinamizar projetos com as comunidades onde se inserem, mediante a apresentação de exposições, cartazes e fotografias, a promoção de palestras, colóquios ou debates sobre as diferentes áreas temáticas da UNESCO; a dinamização de eventos literários – a leitura de poesia ou encontros com autores.

   Tendo em conta estes princípios definidos no Manifesto da UNESCO para as Bibliotecas Públicas, bem como as diretrizes subjacentes à Rede Nacional de Leitura Pública promovida pelo Ministério da Cultura, a BMA assume o seu lugar na comunidade, realizando estratégias junto da mesma. Para o efeito, oferece novas ferramentas e apresenta novos horizontes aos seus utilizadores, num projeto global denominado “Biblioteca: uma casa onde cabe toda a gente” (inspirado na obra de Mafalda Milhões).

   No texto da candidatura pode ler-se: “hoje, a Biblioteca Municipal de Alcobaça, é num organismo vivo que alargou os seus limites de atuação, saindo fora de portas. Procura ir ao encontro de grupos específicos ou de contextos particulares, como as IPSS, os mercados municipais, os lares e os jovens, com novos projetos e iniciativas com o propósito de incluir todas as franjas da comunidade. É, igualmente, a intermediária entre escolas e comunidade, criando pontes entre públicos de várias faixas etárias, como por exemplo os encontros entre as crianças/jovens e os seniores. É com este sentimento de “biblioteca para todos e com todos”, que criámos um conjunto de projetos e atividades que vão ao encontro das necessidades e realidades da nossa comunidade, e que, simultaneamente, se enquadram nas linhas orientadoras da Carta de Princípios da Rede das Bibliotecas Associadas.”

   Consulte o documento da candidatura onde constam os eventos apresentados pela BMA para fundamentar a sua adesão à Rede das Bibliotecas Associadas à Comissão Nacional da UNESCO.

   Para a vereadora da Cultura e Educação, Inês Silva, “o Município de Alcobaça obtém desta forma o devido reconhecimento por todo o trabalho, esforço e dedicação levado a cabo no sentido de fazer da Biblioteca Municipal uma peça central na vida comunitária local. Ao longo dos anos, temos cumprido um extenso plano de promoção da leitura, estímulo pela fruição cultural, debate de ideias sobre as principais questões sociais, entre muitas outras atividades dirigidas às mais diversas faixas etárias e grupos sociais. A Biblioteca Municipal está de parabéns.”
 
   Fonte: GRPP|CMA
30-05-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Cuidados a ter com a postura em situação de teletrabalho
Dr. Francisco Oliveira Freitas
A importância do uso racional dos antibióticos
Dr. Ricardo Jorge Silva
Entrar na primavera com bons olhos
Dr. Raúl Sousa
Sugestões de viagem pela nossa região no verão
Por Andrew Balza
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o