Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem é responsável pelo conflito entre os motoristas e as empresas transportadoras?
Os motoristas
As empresas
O Governo
Outros
Não sei
Edição Nº 220 Director: Mário Lopes Sábado, 30 de Março de 2019
Luzes de edifícios públicos serão desligadas entre as 20h30 e as 21h30
Municípios de Alcobaça e Porto de Mós aderem à “Hora do Planeta”
    
                            Cartaz
A Câmara Municipal de Alcobaça participa, mais uma vez, na iniciativa Hora do Planeta. No dia 30 de março, entre as 20h30 e as 21h30, serão desligadas as luzes da fachada do Mosteiro de Alcobaça, a iluminação exterior do edifício dos Paços do Concelho e a iluminação pública do jardim do Tribunal de Alcobaça, sensibilizando, desta forma, os munícipes a adotar um modo de vida mais saudável e responsável para com o ambiente.

    A Hora do Planeta, evento histórico da WWF, é um movimento global que une milhões de pessoas em todo o mundo para mostrarem o seu compromisso com o planeta. A Hora do Planeta nasceu 2007 em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2000 empresas apagaram as luzes por uma hora numa tomada de posição contra as alterações climáticas. Doze anos depois a Hora do Planeta tornou-se num movimento de sustentabilidade global com mais de 3.5 mil milhões de pessoas em 188 países a mostrarem o seu apoio a esta causa ao desligarem simbolicamente as suas luzes.

   Os principais monumentos internacionais e nacionais apagam as luzes por uma hora no último sábado do mês de março, o número de municípios em Portugal já chegou aos 120.

    Estamos a viver uma época em que se somam os anos mais quentes da história, com fenómenos meteorológicos extremos cada vez mais frequentes e migrações populacionais devido aos efeitos das alterações climáticas, que conduzem à perda de biodiversidade.

    Porque está tudo interligado, a Hora do Planeta quer levar milhões de pessoas em todo o mundo para que ajam contra as alterações climáticas e a perda de biodiversidade.

    Em 2019, a Hora do Planeta pede uma vez mais a união de todos!

     Iluminação do Castelo de Porto de Mós estará apagada durante 60 minutos

    O Município de Porto de Mós vai associar-se à iniciativa da Organização Global de Conservação da Natureza WWF – Hora do Planeta, que terá lugar no próximo dia 30 de março, durante 60 minutos, entre as 20h30 e 21h30.

   Neste sentido, o Município de Porto de Mós tomará várias medidas de poupança energética e conseguinte proteção ambiental.

    Na vila de Porto de Mós, a iluminação do Castelo de Porto de Mós estará apagada durante 60 minutos, na Hora do Planeta.

    âmbito da evolução desta campanha de sensibilização do conceito “ir mais além da hora”, o Município de Porto de Mós compromete-se, ainda, a reduzir em 5% o consumo de energia no edifício dos Paços do Concelho e a desligar, durante a Hora do Planeta, ou seja entre as 20h30 e as 21h30, no dia 30 de março, a iluminação pública dos centros das vilas do concelho: Porto de Mós, Mira de Aire e Juncal. Serão, ainda, substituídas 1100 luminárias obsoletas na iluminação pública por tecnologia LED.

    A Hora do Planeta é uma iniciativa da WWF que começou em 2007 em Sidney, na Austrália, quando 2,2 milhões de pessoas e mais de 2.000 empresas apagaram as luzes por uma hora numa tomada de posição contra as mudanças climáticas.

   Um ano depois a Hora do Planeta tornou-se um movimento de sustentabilidade global com mais de 50 milhões de pessoas em 135 países a mostrarem o seu apoio a esta causa ao desligarem simbolicamente as suas luzes.

   Marcos globais, como a Sydney Harbour Bridge, a Torre CN, em Toronto; a Ponte Golden Gate, em São Francisco; o Coliseu de Roma, entre muitos outros, ficaram às escuras como símbolos de esperança por uma causa que se tornava mais urgente a cada hora e em qualquer parte do mundo.

    Mais informações sobre esta iniciativa em www.wwf.pt

     Fonte: GRPP|CMA e GC|CMPM
30-03-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Festivais de Verão 2019 – Centro e Sul de Portugal
Liberdade para manifestar opinião
César Santos
A importância do Exame Médico Desportivo
Dr. Manuel Portela
Parque de auto caravanismo e passadiços de S. Martinho do Porto
Carlos Bonifácio
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o