Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
As alterações climáticas são uma ameaça real para a humanidade?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 211 Director: Mário Lopes Quarta, 1 de Agosto de 2018
Feira Nacional da Cebola decorre de 29 de agosto a 2 de setembro
Frimor renasce em Rio Maior com aposta municipal nos ceboleiros e na animação
  
  Miguel Casais, Santana Dias, Isaura Morais, Pedro Tatanka
                                   e Sérgio Ferreira
A Frimor – Feira Nacional da Cebola de Rio Maior, realiza-se de 29 de agosto a 2 de setembro, na zona envolvente ao Pavilhão Multiusos da cidade. Este ano o município pretende “revitalizar a feira” que “muitos davam como morta”, sendo a principal aposta na animação, com os cabeças de cartaz, HMB, The Black Manba e Richie Campbell. Além disso a organização apostou numa redistribuição das exposições patentes, dando principal destaque aos ceboleiros, aos equipamentos agrícolas e ao agro-alimentar. As tasquinhas, a cargo de 12 associações do concelho, também marcarão presença.

   A apresentação da Frimor 2018, realizou-se no dia 30 de julho, no Jardim Municipal de Rio Maior, com as presenças de Isaura Morais e Luís Filipe Santana Dias, presidente e vice-presidente do município de Rio Maior, e do novo presidente da Associação Empresarial de Rio Maior, Sérgio Ferreira.

   Sérgio Ferreira recordou que a Frimor “é uma feira com mais de dois séculos de existência” que tem como objectivo “promover o melhor do concelho e da região”. Para o presidente da Associação Empresarial de Rio Maior, a edição 2018 da Frimor é “uma edição com os olhos postos no futuro” dotando-a de “uma visão construtiva ligada ao investimento e ao capital humano”.

  
               Luís Filipe Santana Dias apresentou a Frimor
2018 Por sua vez, Luís Filipe Santana Dias referiu que “há 10 anos, 12 ou 14 anos a esta parte, a Frimor foi sucessivamente perdendo o seu fulgor, chegando a um ponto em que muitos a davam como morta” pelo que “tem sido feito um trabalho de revitalização, e creio que este ano é quase como o ano zero na promoção deste evento”, onde se pretende “promover o concelho e a sua fileira agrícola e agro-alimentar”.

   Uma das novidades é a requalificação da zona dos ceboleiros. Segundo o vice-presidente “decidimos requalificar a zona dos ceboleiros, porque acreditamos que é uma área muito nobre da feira, que lhe dá o nome. Vamos construir na lateral do Pavilhão Multiusos, um ensombramento, a título definitivo, que tentará proporcionar aos ceboleiros e a quem nos visita maior conforto”, explicou.

  
     
                                        The Black Mamba
Outra das novidades é a “revitalização da indústria agrícola com uma mostra de equipamentos agrícolas”, referiu Luís Filipe Santana Dias, que afirmou ainda que a principal aposta passa pela gastronomia e pela animação porque “uma feira que não tenha uma boa mesa e boa animação não será uma feira participada”.

   Por isso o município aposta em 12 tasquinhas de associações do concelho e num cartaz de animação com nomes de artistas reconhecidos. Assim, no dia 29 de agosto, quinta-feira, a noite será dedicada aos cavalos com um espectáculo equestre. No dia 30, a animação está a cargo dos HMB e com a festa Hiper Dance Floor, seguindo-se no dia 31 The Black Mamba e Dj Pedro Tabuada. No dia 1 de Setembro, será a vez de Richie Campbell e do Dj Christian F. No dia 2, domingo, será eleita a Miss Frimor 2018.

Outra das novidades implementadas pelo município é a introdução das entradas pagas no acesso à zona de espetáculos nos dias de concerto. Assim o bilhete de acesso aos 3 dias de concertos tem um custo de 10€ e o bilhete diário o custo de 5€.

   Durante a apresentação do evento, The Black Mamba mostraram aos presentes “uma pequena amostra” do que irão tocar no da Frimor. Pedro Tatanka (guitarra e voz) e Miguel Casais (drums) marcaram presença em Rio Maior para agradecer o convite da autarquia porque “é um prazer vir a uma feira com tanta história” e apelar “para que possam vir, porque será um grande espectáculo”.