Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
O PS merece ter maioria absoluta nas eleições legislativas?
Sim
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 24 Director: Mário Lopes Quinta, 4 de Maio de 2006
Da autoria de Delmar Domingos de Carvalho
"Rumo à Cidade da Rosa" apresentado no Bombarral

Mesa de honra presidida por Albuquerque Álvaro 

Foi apresentado no dia 12 de Outubro, no Auditório da Biblioteca Municipal do Bombarral o livro «A V Via Rumo à Cidade da Rosa» da autoria de Delmar Domingos de Carvalho, membro da Fraternidade Rosacruz de Portugal. A obra foi editada pela conhecida Hugin Editores, sendo a iniciativa promovida pela livraria e papelaria Judícibus com sede na vila bombarralense.

A sessão de lançamento contou com a presença na mesa de honra da Professora Doutora Adriana Nogueira da Universidade do Algarve a quem coube a apresentação da obra, Albuquerque Álvaro, presidente da Câmara Municipal do Bombarral e José Manuel Ferreira representando a editora. Marcaram presença inúmeros amigos do autor e pessoas anónimas que não quiseram deixar de estar presentes em mais este lançamento no Auditório do Bombarral.

«Como é consabido, no calendário gregoriano, usado em quase todos os países ocidentais, estamos no início do 3° Milénio. Actualmente, os problemas avolumam-se, em todos os aspectos, a todos os níveis, internos e externos, e as actuais instituições serão capazes de dar-lhes respostas adequadas? Ou urge renová-las profundamente e criar outras? Como é que cada qual se encontra face a este estado de coisas?», são algumas das questões levantadas pela obra.

Delmar Carvalho com José Manuel Ferreira, da Hugin Editores 

Para Delmar de Carvalho a chave dos problemas está na Quinta Via e nela residem as grandes soluções, não só para a nossa renovação interna, base para as mudanças externas, como para a criação de novas e melhores instituições. E essa VIA leva-nos à construção da Cidade da Rosa, no nosso interior e no exterior, ambos intimamente ligados à Unidade da Vida Cósmica. Porquê ROSA? Esta é símbolo mítico e esotérico, além da rainha das flores. Palavra que nas mais diversas etimologias desde a persa até à grega e às línguas latinas e ainda germânicas e anglo-saxónicas e outras, encerra desde a Liberdade e a Luz libertadora da Sabedoria, até à Beleza, à Paz, à Fraternidade, à Vida.

Em declarações ao Tinta Fresca, Delmar Carvalho afirmou que «nesta obra surgem 12 personagens principais. Cada leitor é convidado a ser actor e cada leitora a ser actriz. Faço votos para que participem com o seu ritmo e a sua única e singular Individualidade na União com a Unidade da Vida, na Construção da Cidade da Rosa, numa nova e melhor civilização». «Ao longo de dezenas de anos de estudos, tenho publicado vários artigos em jornais e revistas editadas em Portugal, como em algumas de outros países, apontando para reformas estruturais nas várias áreas da vida humana», referiu o autor.

Uma vida dedicada a Rosacruz

Lançamento de "A V Via - Rumo à Cidade da Rosa" no auditório da Biblioteca Municipal 

Delmar Domingos de Carvalho nasceu em Lisboa, em 1939. Actualmente vive no Bombarral. Após ter frequentado a Escola Secundária de Figueiró dos Vinhos, segue os estudos no Externato Luís de Camões, Lisboa, via Curso de Direito. De 1960 a 1964, o serviço militar obrigatório causa-lhe vários efeitos nefastos na vida e na saúde.

Em 1965 é admitido como membro da Fraternidade Rosacruz de Portugal. Acaba por seguir a carreira da Direcção-geral dos Impostos, desde Aspirante a Secretário de Finanças. Defensor da Educação Permanente, obtém o Curso de Nutricionismo e Dietética, em espanhol, em 1972, e nos anos seguintes inscreve-se na Faculdade Livre de Cultura Humana, Bordéus, França, tendo apenas concluído o curso de Biologia Naturopática.

Delmar Carvalho
na sessão de autógrafos
 

O seu interesse pelos valores espirituais, pela música e pelas restantes artes, tal como pelos direitos humanos e pela ecologia, numa visão pansoísta, levaram-no a produzir vários estudos que têm sido publicados em diversos jornais e revistas, tendo participado em diversos colóquios e realizado algumas palestras. Os seus diversos artigos publicados em vários jornais sobre o Turismo conferiram-lhe, em 1987, 0 1 ° Prémio "Fausto Figueiredo", no concurso promovido pelas Junta de Turismo da Costa do Estoril. Obteve também, em 1990, um 1° Prémio nos Jogos Florais do Ano Internacional da Alfabetização (prosa).

É membro fundador e director de várias associações, incluindo o Instituto Marques Rodrigues. Nas múltiplas iniciativas de carácter cultural, destacamos as várias exposições que organizou sobre «Os Coretos», o que lhe proporcionou uma ida ao programa «Praça da Alegria», RTP1, exposições documentais sobre «O 25 de Abril» entre outras.

 Fotografia de conjunto

Na área da Antropologia Cultural e Etnografia tem diversos estudos, alguns em parte publicados em diversos jornais, tendo servido para fonte de informação de teses de pós-graduação e doutoramento em Sociologia. No campo da fotografia tem diversos trabalhos publicados em vários jornais e revistas e, organizado exposições. Como membro da Rosacruz esteve no Programa «Andamentos» da RTP2, debatendo o tema «A Música e as Rosacruzes».

As suas principais obras são: sob o pseudónimo Domingo de la Rosa, «Contos e Ficções em Misteriosas Evoluções», 1982 e «A Comunicação, esse Desconhecido Poder Sagrado», 1983; sob o pseudónimo Cruzrosa, «O Vinho, Factor de Evolução», 1985; sob o pseudónimo Rosâmide, Ensaio Cósmico-Histórico da Latitude de Tomar e o V Império».

Carlos Maximiano Baptista

04-05-2006
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
Agora é Lula
OPINIÃO
O Triunfo dos Porcos
Inquisição: a calamidade que empobreceu a Nação Portuguesa (II)
Os desesperantes silêncios da Conferência de Joanesburgo
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o