Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a exploração de lítio em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 220 Director: Mário Lopes Terça, 26 de Março de 2019
Através de transferências do Estado
Câmara da Batalha aceita novas competências na Saúde e Cultura mantendo a Educação
     
                         Paços do Concelho da Batalha
A Câmara Municipal da Batalha decidiu, em reunião extraordinária do dia 22 de março aceitar receber as competências nas áreas da Saúde e Cultura já em 2019 e, por unanimidade, considerou adiar para o ano de 2020 o exercício das competências nas áreas da Proteção e Saúde Animal e de Segurança dos Alimentos, porquanto trata-se de um domínio que carece de um plano de formação de recursos ainda não realizado no contexto da Câmara da Batalha.

    No domínio da Educação e Formação, considerando que tratam-se de competências já exercidas pelo Município da Batalha desde julho de 2015, através de contrato interadministrativo de delegação de competências, a Câmara da Batalha decidiu manter o regime em vigor do contrato e adiar para 2020 ou 2021 a receção da competência por via legal, conforme o previsto no Decreto-Lei n.º 21/2019, de 30 de janeiro, que concretiza o quadro de transferência de competências para os órgãos municipais e para as entidades intermunicipais no domínio da educação.

    Para o presidente da Câmara, Paulo Batista Santos, “as novas competências nas áreas da Saúde e Cultura são particularmente relevantes, porque concretizam a possibilidade de melhor servir os cidadãos em áreas muito significativas para a sua qualidade de vida e bem-estar”.

     “Em particular, no domínio dos cuidados primários de saúde cujas competências de gestão, manutenção e conservação são transferidas para os municípios, constitui uma oportunidade de colaborar com a Unidade de Saúde Familiar Condestável da Batalha na modernização dos serviços e melhorias dos cuidados de saúde da população”, acrescenta o autarca.

     Note-se que para a realização desta nova competência, será transferida uma verba anual de cerca de 155 mil euros, que compreende o apoio à gestão e conservação dos centros de saúde da Batalha e São Mamede, cujos edifícios passarão a integrar o património municipal, bem assim assegurar a manutenção da extensão de saúde do Reguengo do Fetal, a funcionar em instalações arrendadas.

     No domínio da Cultura, a Câmara Municipal passará a dispor da competência do controlo prévio e fiscalização de espetáculos de natureza artística, bem assim a possibilidade de recrutamento, seleção e gestão dos trabalhadores afetos ao património cultural que, sendo classificado, se considere de âmbito local e aos museus que não sejam denominados museus nacionais. O Mosteiro da Batalha encontra-se fora do âmbito do diploma (Decreto-Lei n.º 22/2019, de 30 de janeiro) que concretiza a transferência de competências para os órgãos municipais no domínio da cultura.

     Recorde-se que o Município da Batalha já tinha deliberado receber as novas competências incluídas no primeiro grupo de diplomas da descentralização de competências, assim como deliberou viabilizar que a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) possa igualmente receber novas competências nas áreas da educação e da saúde, nomeadamente ao nível da coordenação de políticas e investimentos de nível supramunicipal e regional.
 
     Fonte: MB
26-03-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Festivais de Verão 2019 – Centro e Sul de Portugal
Liberdade para manifestar opinião
César Santos
A importância do Exame Médico Desportivo
Dr. Manuel Portela
Parque de auto caravanismo e passadiços de S. Martinho do Porto
Carlos Bonifácio
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o