Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Os espectadores de futebol devem poder regressar aos estádios?
Sim, com restrições
Não
Não sei / talvez
Edição Nº 236 Director: Mário Lopes Sexta, 4 de Setembro de 2020
Com o objetivo de contribuir para a redução do abandono animal e do aparecimento de colónias de animais vadios e errantes
Câmara de Leiria aprova regulamento especial de esterilização de cães e gatos de companhia
     
Candidatos ao regime especial de esterilização
    devem ser munícipes do concelho de Leiria
O Município de Leiria aprovou esta terça-feira, dia 1 de setembro, em reunião de Câmara, o Projeto do Regulamento do Regime Especial de Esterilização de Animais de Companhia (canídeos e felídeos), criado com o objetivo de contribuir para a redução do abandono animal e do aparecimento de colónias de animais vadios e errantes.

   São abrangidos pelo regime especial de esterilização os animais de companhia, cães e gatos, cujo detentor pertença a um agregado familiar com carências económicas devidamente comprovadas pela Divisão de Desenvolvimento Social do Município de Leiria, e animais resgatados das ruas por populares ou por associações zoófilas, legalmente constituídas, e que após comunicação com o médico veterinário responsável do Município se verifique não terem detentor e não serem possuidores de qualquer zoonose, e para os quais exista um adotante.

    Para as candidaturas ao regime especial de esterilização, é fundamental que os detentores dos animais de companhia residam, com caráter permanente, no concelho de Leiria, há pelo menos dois anos e cumpram as obrigações legalmente previstas para terem animais de companhia. É ainda necessário que os animais não tenham sido adotados num Centro de Recolha Oficial de Animais, e estejam, efetivamente, alojados no concelho de Leiria, possuam o documento de identificação de animal de companhia, devidamente atualizado, boletim sanitário com vacina antirrábica válida, e licenciamento válido, se aplicável.

   O procedimento de candidatura ao regime especial de esterilização inicia-se através de requerimento, mediante o preenchimento de um formulário.
Compete à Câmara Municipal deliberar sobre a aprovação das candidaturas, no prazo de 45 dias úteis contados da data de apresentação do respetivo pedido. A decisão de aprovação da candidatura ao regime especial de esterilização é notificada ao requerente, acompanhada da credencial de apoio à esterilização.

   Para o Município de Leiria, a salvaguarda do bem-estar, da proteção e da segurança e qualidade de vida dos munícipes, bem como dos animais, constitui um imperativo, sendo que a promoção dos princípios da igualdade, da imparcialidade, da boa-fé e da transparência são das principais vantagens da aprovação do regulamento, que será, ainda, submetido a votação pela Assembleia Municipal.
 
    Fonte:  GRPG|CML
04-09-2020
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
Dia Mundial do Coração
Dr. Luís Negrão
Como se preparar para as pandemias pós-pandemia: riscos para a saúde da visão
Dr. Raúl de Sousa
Hepatites crónicas e a importância do diagnóstico precoce
DR. Arsénio Santos
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o