Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Concorda com a exploração de lítio em Portugal?
Sim
Não
Não sei/talvez
Edição Nº 226 Director: Mário Lopes Terça, 29 de Outubro de 2019
Alcobaça fica mais doce de 14 a 17 de novembro
Obras no Mosteiro condicionam 21ª Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais
  
                                    Inês Silva e Paulo Inácio
Alcobaça vai ser, entre 14 e 17 de novembro, a “Capital do Doce Conventual”, garantiu Paulo Inácio, presidente da Câmara Municipal, na conferência de imprensa de apresentação da 21ª edição da Mostra Internacional de Doces e Licores Conventuais, que teve lugar esta segunda-feira, dia 28 de outubro.

   A edição de 2019 terá como principais novidades a mudança da entrada principal do certame para a nave central do Mosteiro, devido às obras de decorrem no monumento cisterciense, a realização de espetáculos musicais na igreja, assim como uma apresentação permanente de videomapping interativo, no Claustro D. Dinis.

   Acrescente-se ainda que a Mostra de Licores passará para uma tenda, denominada “Botica dos Monges”, situada na Praça D. Afonso Henriques, de forma a colmatar as restrições de espaço provocadas pelas referidas obras, nomeadamente o encerramento da Sala das Conclusões.

   Novidade absoluta será a animação dos “Sons do Silêncio”, uma espécie de festival, de acordo com a vereadora da Cultura, Inês Silva, que apresentará concertos gratuitos, diariamente, entre 14 e 16 de novembro, na nave central do Mosteiro de Alcobaça.

  Um desses espetáculos será uma estreia nacional, uma vez que será a primeira vez que o Coro da Catedral de São Paulo, de Londres, atuará no nosso País. Este concerto, feito exclusivamente por crianças, está marcado para as 21h00 do dia 15. Antes, a 14 de novembro e à mesma hora, atuará o Coro Gregoriano de Lisboa. No dia 16, o Coro Capela Nova apresentar-se-á ao público pelas 18h30 e no dia 16, de novo às nove da noite, os “Sons do Silêncio” encerrarão com o Coro de Câmara Lisboa Cantat.

    Mas falemos de doces...

  
   Doces e licores conventuais prometem deixar visitantes
                                     com água na boca
Como mostra internacional que é, esta 21ª edição terá representantes de Portugal, Espanha, Bélgica e França, divididos por 35 mosteiros e pastelarias nacionais, sendo 16 desses estabelecimentos oriundos de Alcobaça, três representantes internacionais e oito ordens religiosas, vindas de Portugal, Espanha e França.

  Em termos mediáticos, a Mostra de Doces e Licores Conventuais será alvo de uma transmissão televisiva, através do programa “Somos Portugal”, da TVI, no último dia do certame, entre as 14h00 e as 20h00.

   Como não poderia deixar de ser, haverá um júri que decidirá qual o melhor doce conventual e que é composto pelo jornalista Amílcar Malhó e pelos Chefs Justa Nobre, Odete Silva e Ricardo Raimundo

   Quanto ao júri que decidirá qual o melhor licor, o mesmo será composto por três especialistas: José Redondo, Sérgio Pires de Oliveira e Gomes Pereira.

    Refira-se, por fim, que a autarquia espera cerca de 50 mil visitantes, continuando a entrada a ter um “custo simbólico” de um euro.

    Paulo Inácio, presidente do executivo de Alcobaça, esclareceu que esta 21ª edição dos doces conventuais tem dois financiamentos comunitários, um para os espetáculos do “Sons do Silêncio” e outro para o video mapping, num total de 60 mil euros, sendo que esta verba poderá ser comparticipada até um máximo de 85 por cento.

    Pedro Nuno Marques
29-10-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
OPINIÃO
O POOC e os excessos de alarmismo!!
Carlos Bonifácio
Ex-fumadores: vencedores incontestáveis
Dr. Alfredo Martins
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o