Google
Mantenha-se actualizado.
Subscreva a nossa RSS
Twitter Tinta Fresca
Quem foi o principal vencedor das eleições para o Parlamento Europeu?
PS
Bloco de Esquerda
PAN
Outro
Edição Nº 218 Director: Mário Lopes Quinta, 10 de Janeiro de 2019
Secretário de Estado Guilherme d’Oliveira Martins, esteve presente na assinatura do acordo
Câmara de Azambuja e IP assinaram acordo
para intervenção na Estrada Nacional 3
  
António Laranjo, Guilherme d'Oliveira Martins e Luís de Sousa
O Município de Azambuja e a empresa Infraestruturas de Portugal, S.A. assinaram, hoje, dia 9 de janeiro, o acordo de colaboração relativo a uma intervenção na Estrada Nacional 3, com vista à redução da sinistralidade nesta via. O ato teve lugar no Salão nobre dos Paços do Concelho, em Azambuja e contou com as presenças do presidente da autarquia, Luís de Sousa, do secretário de Estado das Infraestruturas – Guilherme d’Oliveira Martins e do presidente do conselho de administração da Infraestruturas de Portugal, António Laranjo.

   Durante a sessão, o responsável pela IP, S.A., fez uma exposição técnica da empreitada designada “EN3 - reformulação geométrica das intersecções aos km 5,800 e 6,450”. A obra consistirá na execução de duas rotundas, nos pontos indicados, e na requalificação do troço que as irá ligar, incluindo a reabilitação de paragens de autocarros e restabelecimento de percursos pedonais. O custo estimado para esta intervenção é de 850.000,00 €, que só se tornou possível com a colaboração do Município de Azambuja, com um investimento de 250.000,00 €, referente a 50% do valor das duas rotundas.

   A área que será alvo de intervenção serve a Zona Industrial Vila Nova da Rainha/Azambuja e, como é do conhecimento público, apresenta um elevado volume de trânsito automóvel, nomeadamente de pesados, bem como números de sinistralidade que a todos preocupam. A assinatura deste acordo é mais passo, e muito significativo, no longo processo negocial que o Município de Azambuja vem desenvolvendo há muito tempo com a Administração Central, no sentido de criar as condições de segurança adequadas à intensa utilização desta estruturante via rodoviária a nível regional e nacional.

   Fonte: GC|CMA
10-01-2019
« Voltar

Comentários

Nome:*
Email:*
Comentário:*

* Obrigatório
Ao comentar aceita automaticamente a
política de utilização deste portal.
Para que o seu comentário seja válido deve preencher todos os campos acima indicados como obrigatórios. O email é usado apenas para efeitos de verificação e não será exibido com o comentário. Os comentários deste portal são moderados, pelo que são sujeitos a verificação antes de serem publicados. Não serão aceites comentários de carácter insultuoso, discriminatório, racista ou spam.
Pesquisar
Ed. Anteriores
Contactos
Newsletter
 
Cartas ao Director
Blogue Tinta Fresca
Blogues
Sítios Úteis
 
EDITORIAL
O Governo do descaso
Mário Lopes
OPINIÃO
A Hipoteca do Futuro pelos Foguetes do Presente
Tiago Carrão
O novo Programa Estratégico de Reabilitação Urbano (PERU)
Carlos Bonifácio
Mudar Alcobaça, mas para melhor
Luís Guerra Rosa
 

Projecto Co-Financiado por  Promotor  Desenvolvimento
Acessibilidade [Alt + D seguido de ENTER] D  POS_Conhecimento
FEDER União Europeia
FEDER
Associa��o de Munic�pios do Oeste Makewise - Engenharia de Sistemas de Informa��o